Linaro faz avançar Linux nos dispositivos ARM

por a 21 Novembro 2010 em Artigos

Até à alguns dias não sabia o que era a Linaro. Basicamente trata-se de uma oganização sem fins lucrativos, fundada no início deste ano por uma coligação de vendedores de processadores ARM. Pretende maximizar o potencial dos processadores ARM aproveitando todas as inovações que têm sido introduzidas.
Lançou recentemente a primeira versão do seu trabalho. Trata-se da versão 10.11. O número tem a haver pela proximidade com o Ubuntu. Aliás o que me chamou a atenção foi uma entrada no blog do Mark Shuttleworth e perceber que tem havido colaboração com o Ubuntu e que para o próximo ciclo de desenvolvimento a Linaro planeia lançar um ambiente Android no mesmo kernel e com as mesmas ferramentas com que colaboram no Ubuntu.
Se pensarmos que a base da grande maioria de telemóveis usa processadores ARM e que a inovação não tem parado é facil perceber o grande impacto que isto pode trazer tanto para os telemóveis como para dispositivos maiores como a nova geração de tablets.
Há um risco de fragmentação que não pode ser desvalorizado e que tem sido a riqueza e também o ponto fraco do Linux. Mas com os pesos pesados por trás espera-se que se encontre o balanço perfeito. Também parece ser o momento ideal. Não me atrevo a dizer que vai ser o ano do Linux mas é verdade que cada vez menos é uma questão de especificações e mais de usabilidade. Veja-se o exemplo do iPhone 4 que se sabe que é um ARM mas pouco se sabe da velocidade de relógio do mesmo.
Veremos se esta colaboração terá futuro. Muitos defendem que o sucesso do Linux virá com estes dispositivos e não no ambiente desktop. O Android parece estar a dar razão a esta corrente de pensamento.