Artigos

webOS. Do tamanho da HP

A HP antecipando a Mobile World Congress que vai decorrer entre 14 e 17 de Fevereiro de 2011 em Barcelona deu a conhecer os produtos que vai lançar este ano. A falha da Palm nunca foi atribuída ao sistema operativo em si. É verdade que em termos de aplicações não tinha um número elevado e veio para o mercado quando a Apple já dominava com o iPhone. O grande problema da Palm foi não ter a robustez financeira para aguentar os meses suficientes até que o webOS ganha-se mercado.

Com a aquisição por parte da HP e podendo repensar toda a estratégia e produtos todos sabíamos que era uma questão de tempo até vermos os resultados. Todos esperavam que na CES 2011 vissemos algo mas a HP não mostrou nada. Chegou esta semana. 2 telemóveis e um tablet com uma linha de acessórios a condizer.

Veer

Quebrando com a tradição dos dispositivos com ecrãs cada vez maiores, o Veer é o equipamento mais pequeno e com características inferiores em que a HP deposita as esperanças. O ecrã é de 2,6”, a resolução é de 320×400 que podemos considerar modesta para o que podemos encontrar hoje mas é capaz de aceder a todas as páginas da Internet, tem uma câmera de 5 megapixels, GPS e um teclado físico entre outras características que podem ver em baixo.

Pre 3

Este é o modelo topo de gama da HP para este ano. Um ecrã de 3,6” que não sendo dos maiores tem uma resolução melhor de 480×800, câmera frontal, videoconferência e destacamos ainda o processador a 1,4GHz.

É uma proposta muito interessante. A discussão do teclado físico ou virtual é uma discussão que nunca terá fim. As restantes características são boas sem serem fantásticas e dependendo do preço poderá assim poderá ou não ter sucesso.

TouchPad. Mais um tablet na corrida.

Não pode ser considerada uma surpresa que a HP mostrasse um tablet com o webOS. O hardware parece excelente mas mais importante do que isso é o funcionamento das diversas aplicações que parecem muito bem pensadas. E isso é tudo num tablet.

A HP não se esqueceu do tablet como objecto de trabalho e promete edição de documentos em Word e Excel com o QuickOffice, sendo que o PowerPoint, pelo que se percebe na apresentação, não será possível editar.

Como nem tudo é trabalho a parte lúdica não foi deixada ao acaso e há muito que gostar. Uma chamada de atenção para a continuação da aposta no áudio que muitas vezes é esquecido.

O que é que isto significa?

Ainda bem que perguntam… Na minha opinião uma enorme oportunidade para a HP se diferenciar de todos os outros. Com uma vantagem que não é de menosprezar e que foi referida logo no início da apresentação. A HP abrange 1000 milhões de consumidores, está presente em 174 países e para dar uma ideia mais concreta em cada 60 segundos que passam a HP distribui 120 computadores e 120 impressoras. Se uma pequena percentagem de todos estes clientes adoptarem um telemóvel ou o tablet com o webOS esta é uma oportunidade de crescimento enorme. Além disso com o controlo pela primeira vez de um sistema operativo que pode escalar para outros dispositivos como sejam a sua linha de impressoras e eventualmente netbooks além de que já há indicação que pode vir a ser extendido a todos os computadores da HP percebe-se agora claramente a aposta na compra da Palm.

Ainda é cedo para cantar vitória mas a par da Apple que domina hardware e software a HP ganha uma vantagem sobre a Microsoft, Google, Nokia, Asus, Samsung, (na verdade a Samsung tem o Bada mas não tem grande relevância tanto quanto conheço). Passa a controlar as duas vertentes e a interoperabilidade entre todos os seus dispositivos criando um ecossistema muito interessante. Teremos que ver os resultados que vai conseguir. Uma coisa é certa. O problema que a Palm tinha de não ter tempo (leia-se dinheiro) para aguardar um crescimento sustentado não será problema para a HP.

A apresentação completa pode ser vista no vídeo abaixo.

Discussão:

HP Veer

HP Pre 3

HP TouchPad

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close