Artigos

PC gaming peripherals, o que não comprar….

Gaming, um assunto muito em voga nestes dias. Precisamente por causa de estar em voga, é importante desfazer alguns mal entendidos e falsos ideias de qualidade.

Este artigo será sobre gaming peripherals , mais especificamente sobre ratos, tapetes, teclados e auscultadores.

Existe muito aquela ideia de que o material caro é sinónimo de qualidade, mais isso não é inteiramente verdade e vou tentar desfazer essas ideias ao longo do artigo.

 

Rato

Vamos começar então pelo rato. Existem vários tipos de rato (Claw e Palm grip) e vários escalões de preços, qualquer um serve para jogar? O mais caro é o melhor? No mercado temos centenas de ratos denominados gaming , mas apenas meia dúzia deles, de facto, valem aquilo que custam e são bons.

Temos ratos desde os 10€ até ~150€, para um jogador ocasional é preferível comprar um rato com que se sinta confortável, tenha lá, implicitamente ou não, a descrição gaming mouse. Para um gamer, no sentido completo da palavra (alguém que não vive para os jogos mas vive os jogos) existem outros aspectos importantes a ter em conta antes de comprar um rato, para além do conforto é necessário ter atenção ao sensor usado e a construção geral do rato (qualidade dos materiais usados).

O sensor usado, para os gamers, é bastante importante, e o que importa não é o número de DPI/CPI, mas a qualidade do senso em si e a sua localização no rato. A título de exemplo, marcas conhecidas mundialmente, no mundo do pc gaming, têm vindo a usar sensores com elevados DPI/CPI, mas com baixa qualidade (Phillips Twin-Eye por exemplo).

A construção geral do rato também ser tomada em conta, pois um gamer, usa o rato muitas horas por dia, se o rato não tiver bons materiais, vai durar pouco tempo e isso não agrada a ninguém pois significa que temos de comprar outro rato.

Um rato caro não significa que é um bom rato, hoje em dia 50% do preço final de um rato é para pagar o nome da marca e para o design.

Se faz sentido comprar um rato por ser caro e bonito? Não faz! Não se esqueçam que vamos estar com uma mão por cima e não vamos estar a desfilar com o rato.

Existem boas opções e más opções, se não as conheçam, não tenham vergonha de perguntar e não comprem um rato pela marca e design, pode sair caro…

 

Tapete

Quanto aos tapetes, muitas vezes encontro pessoas a dizer “Os tapetes são todos iguais, não compensa gastar 40€ num tapete”.

Como é óbvio, existem vários tipos de tapetes, desde os mais comuns que são de pano, aos rígidos e semi-rígidos, cada um com vantagens e desvantagens.

Na minha opinião, comprar um tapete de 40€ pode compensar, dependendo do jogador e daquilo que ele pretende com o tapete, a qualidade paga-se. O material usado por um gamer pode não o fazer melhor jogador, mas ajuda a revelar todo o seu potencial.

 

 

Teclado

Passando agora para os teclados, um periférico que tem dado que falar.

Existem dois tipos de teclados usados para gaming, os de membrana (mais comuns) e os mecânicos.

Os mais usados são os de membrana, principalmente por causa do preço, que na minha humilde opinião que vale o que vale, são praticamente todos iguais, prefiro um teclado de membrana confortável do que um teclado denominado gaming com todas aquelas luzes a que se junta um design atraente, que apesar de tudo isto usam o mesmo tipo de teclas de membrana.

Quanto aos mecânicos, que começam agora a ser mais conhecidos e comercializados em Portugal, temos dois tipos, os que usam switches cherry mx black e cherry mx blue. As cherry mx black são aquelas que são consideradas as mais indicadas para gaming e as cherry mx blue aquelas de mais fácil habituação e conforto.

O principal problema em Portugal, continua a ser a falta de teclados mecânicos com layout PT, neste preciso momento apenas existem um teclado mecânico cherry mx black com layout PT.

Se compensa dar o extra para um teclado mecânico? Sim compensa, é daquelas coisas que primeiro estranha-se e depois entranha-se.

 

 

Headset

Chegamos ao periférico final do artigo, os auscultadores. Usualmente vejo pessoas a recomendar auscultadores por ter lá escrito 5.1/7.1 surround  sound, mas esquecem-se que esse surround é emulado por uma pequena placa de som sem qualidade que apenas aumenta o volume, é preferível comprar uma placa de som decente que não fica assim tão caro, com ~50€ já se compra uma.

Mais uma vez, o mais caro não é o melhor, temos bons auscultadores a 20€, temos excelentes a 150€, temos maus a 20€ e também temos muito maus a 150€ que não valem metade e apenas estão a vender o nome da marca.

Nos auscultadores costumo dizer que existe muito o efeito de carneiro, se vimos alguém numa lan com determinado auscultadores, ou então se vemos um jogador profissional, a usar um auscultador em especifico, vamos todos comprar porque é muito bom, e isso não é verdade, muitos jogadores usam aquilo que as marcas lhe dão para usar e não escolhem, se são patrocinados por determinada marca tem que usar o material daquela mesma marca.

Quando quiserem comprar uns auscultadores peçam ajuda e vão ser ajudados.

Em suma, antes de comprar algo, pesquisem, perguntem, experimentem, não vão pela marca ou pelo design.

Qualidade em primeiro lugar!!

 

Conclusão

Espero ter ajudado a desmitificar alguns erros comuns que circulam um pouco por todo o lado, este artigo foi feito por mim com base nos anos em que fui pc gamer, tendo em conta todo o material que me passou pelas mãos e pelas informações que fui adquirindo de outras pessoas.

Não se esqueçam que existem coisas mais importantes que os jogos, mas quando jogarem, usem material de qualidade.


 

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close