Guias

Objectivas: os conceitos mesmo importantes

À hora de comprar uma máquina fotográfica com objectiva fixa (compacta) ou uma nova objectiva para uma máquina com objectiva intercambiável (SLR, DSLR, EVIL) é necessário conhecer bem alguns conceitos essenciais.

Lentes, Elementos ópticos e Objectivas. Em conversão informal, é normal falar-se em “lentes” e “objectivas” de forma indiferente. Mas formalmente, “lente” é apenas um dos múltiplos elementos ópticos que compõem uma objectiva.

Distância Focal (milímetros), Ângulo de Visão (graus) e Factor de “Crop”. A distância focal, só por si, não tem qualquer interesse para o fotógrafo. É apenas uma das parcelas necessárias para calcular o ângulo de visão, esse sim um parâmetro importantíssimo para o fotógrafo. A outra parcela é o tamanho do sensor/filme. Isto é, saber que uma objectiva tem 20mm não diz nada: a mesma objectiva será uma ultra-grande angular num sensor grande e uma super-tele num sensor pequeno. Embora o ângulo de visão possa ser obviamente representado em graus, é costume ser-se representado com a distância focal requerida para obter esse ângulo de visão numa máquina de filme 35mm (ou sensor “full-frame”), o que se designa como “distância focal equivalente em 35mm” ou “distância focal efectiva em 35mm”. A relação entre este número e a distância focal “real” é igual à relação entre o tamanho do filme 35mm e do sensor usado e é o que se chama vulgarmente factor de “crop”. Exemplo: se o filme 35mm for 1.5x maior que o sensor usado, então o factor de crop será 1.5x e uma objectiva de 100mm terá o mesmo ângulo de visão que uma objectiva de 150mm teria numa máquina com sensor “full-frame”.

Zoom e Prime: As objectiva “prime” têm só uma distância focal e, por conseguinte, só um ângulo de visão. As objectivas zoom variam a sua distância focal entre dois extremos. O factor de zoom é a relação entre esses dois extremos (ex.: uma objectiva 10-20mm tem um factor de zoom 20/10 = 2x). As objectivas “prime” são mais luminosas e leves e, regra geral, têm melhor qualidade óptica do que uma objectiva zoom na mesma distância focal.

Zoom Grande e Distância Focal Longa: Nas máquinas com objectiva zoom fixa (ex.: compactas) é costume confundir estes dois conceitos, pois o extremo curto é sensivelmente sempre o mesmo e o extremo longo é dado pelo extremo curto multiplicado pelo factor de zoom. Mas nas máquinas de objectivas intercambiáveis esta relação perde sentido. Basta pensar que há objectivas prime (que por definição tem um factor de zoom 1x) com distâncias focais muito longas, e há objectivas zoom em que o seu extremo mais longo é ainda muito curto.

Abertura Máxima e Luminosidade: quanto maior for a abertura máxima de uma objectiva, maior é a capacidade dessa objectiva captar luz. Por isso diz-se que uma objectiva com uma abertura máxima grande (ex.: f/2.8, f/1.4) é uma objectiva “luminosa.” Quanto maior for abertura máxima da uma objectiva, mais vidro é preciso para a construir e, por conseguinte, mais volumosa e pesada ela será.

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close