Notícias

União Europeia diz que a nova Politica da Google viola a lei europeia

No passado mês de Fevereiro, a União Europeia iniciou uma investigação, liderada pela França, sobre a nova política de privacidade da Google que entrou em vigor a 1 de Março. Segundo a comissária da Justiça da UE, Viviane Reding,  viola a lei europeia.

Viviane Reding, numa entrevista à BBC, refere que  “as novas regras não estão em conformidade com a lei europeia, e que as regras da transparência não foram aplicadas” e que “ninguém foi consultado” sobre a alteração da política de privacidade da Google.

A Comissão Nacional para a Computação e Liberdades Cívicas, órgão regulador em França, foi encarregue de toda a investigação em nome da União Europeia. Num nota enviada pela entidade francesa à imprensa afirma que  “a Comissão Nacional para a Computação e Liberdades Cívicas e as autoridades de informação da União Europeia estão muito preocupadas com a combinação de dados pessoais em diferentes serviços”  mas refere ainda ter  “grandes dúvidas sobre a legalidade e a justiça destes processos” e  “se cumprem as leis europeias de proteção de dados”.

A Google respondeu através do seu blog, afirmando que a nova política de privacidade consolida 60 políticas de privacidade diferentes para vários produtos da empresa numa só e salientado que é mais simples e clara. Apesar de vários pedidos para adiar as mudanças, a nova política da Google foi posta em prática.

A Comissão Nacional para a Computação e Liberdades Cívicas irá enviar um questionário à Google para esta prestar mais esclarecimentos sobre as alterações da políticas.

Aguardam-se brevemente por novos desenvolvimentos acerca deste processo.

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close