Notícias

Amazon Web Service disponibiliza o projecto 1000 Genomes

O Amazon Web Services (AWS) e os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos EUA anunciaram que o Projecto 1000 Genomes estará disponível ao público em geral através de uma base de dados pública.

O anúncio foi feito numa conferência impressa na Casa Branca no dia 29 de Março. O Amazon Web Services passará a ter a maior colecção de dados genéticos humanos.

A base de dados com as variações genéticas ocupa 200 TeraBytes de espaço de armazenamento que representam os dados de ADN sequenciados de 1700 pessoas. O projecto 1000 Genomes representou um esforço internacional e de investigação de 75 empresas e organismos que catalogaram o genoma humano.

O projecto 1000 Genomes estará disponível para vários grupos de investigação que poderão utilizar os dados para os seus projectos de investigação. O projecto não ficará por aqui, existem planos para incluir na sua base de dados os genomas de 2600 pessoas de 26 populações do mundo.

Segundo a ZDNet, a directora do programa NIH, Lisa D. Brooks, PhD, disse em comunicado que os dados armazenados no AWS irão permitir economizar muito tempo. A base de dados do projecto 1000 Genomes podiam ser transferidos dos servidores do governo americano ou enviados através de suporte físico.

A base de dados é armazenada no S3 e na sua Elastic Block Store. Estes dados podem ser usados no EC2 da Amazon e os serviços Elastic MapReduce. Amazon disse que a base de dados é de acesso público, mas os investigadores necessitam de pagar para usar o poder de computacional do AWS.

A base dados ser consultada em www.1000genomes.org

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close