Notícias

Patentes da Apple inválidas no Reino Unido

A Apple continua a demanda de processar várias empresas em tribunal por tecnologia bastante comum e presente nos actuais dispositivos.

Apesar de ter ganho o caso sobre o Nexus recentemente, perdeu o da Motorola, não podendo sequer voltar a apresentar a mesma queixa. Os documentos do caso Apple vs Motorola nos EUA têm inclusive vários comentários divertidos do juiz.

Desta vez um juiz do Reino Unido anulou três das quatro queixas da Apple, decidindo a favor da HTC.

As patentes eram: deslizar para desbloquear, teclados multilíngua, determinar onde o ecrã é tocado e por quantos dedos e arrastar uma imagem pelo ecrã. O juiz considerou as primeiras três inválidas e a última não é aplicável aos dispositivos HTC.

Ainda mais interessante, parece que a Apple foi apanhada a copiar outra empresa no fiasco “deslizar para desbloquear” já que um telefone lançado em 2004, o Neonode N1 apresenta uma função similar sem uma representação gráfica. O tribunal disse ainda que um aspecto gráfico melhorado é um melhoramento natural e por isso a patente foi invalidada. De momento não é possível saber se o método de desbloqueio foi patenteado pela Neonode.

A Apple não fez comentários sobre a decisão, mas apresentou a sua declaração habitual e até humorística, visto o juiz indicar nas suas notas que a empresa copiou o Neonode N1: “Achamos que a competição é saudável, mas os concorrentes devem criar as suas tecnologias originais e não roubar as nossas.”

Uma coisa parece repetir-se, a Apple continuar a processar outras empresas sobre as suas patentes de hardware e software, podendo levar à proibição de venda dos dispositivos concorrentes, em vez de chegar a acordo e por exemplo cobrar royalties pelo seu uso. Nestes casos perdem sempre os consumidores, já que ficam limitados na escolha ou acabam por indirectamente pagar os processos em tribunal.

Fonte

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close