AnálisesArtigos

Análise QNAP TS-219P

Configuração Inicial

Vamos mostrar como funciona o processo de configuração inicial do NAS, depois de ter um disco instalado e o NAS ligado à corrente e à rede. Estes passos são simples e o manual explica bem.

1 – Ao se inserir o CD de instalação, abre-se o setup e temos acesso a este. A configuração foi feita no Windows, mas também há para Mac OS X e Linux, sendo que este é feito integralmente via interface Web

2 – Instala-se o QNAP Finder e se estiver tudo OK, detecta o NAS, passando para a configuração, feita no browser Web.

3 – Aqui escolhe-se o firmware. Podem optar pelo o que vem no CD ou fazer download de uma versão mais recente, o que é o recomendado

4 – Escolhido o firmware é clicar em “Upload” e aguardar.

5 – Terminado a instalação do firmware, temos o início do Wizard de configuração básica. Como diz no final, as alterações só são aplicadas no último passo. As opções podem ser alteradas futuramente.

6 – No primeiro passo, vamos das um nome ao NAS, de modo a facilmente o identificarem na rede. Por defeito está aquele nome. (Nota, nestas imagens foi aceite os valores por defeito para exemplificar)

7 – No passo 2, altera-se o username e a password, que por defeito é “admin/admin”, podem optar por deixar ou alterar, mas alterar pelo menos a password por questões de segurança.

8 – Passo 3, onde se configura a data, hora e fuso horário, com opção de acertar pela Internet ou sincronizar com o computador.

9 – Passo 4, configuração de rede. Se tiverem um router com DHCP, basta seleccionar a 1ª opção e não é preciso fazer nada, senão terão que configurar manualmente, que por norma é usado quando se liga o NAS directo a um computador.

10 – No passo 5, podemos configurar os serviços que queremos utilizar.

11 – No 6º passo, vamos configurar os discos. Como apenas existia um disco instalado, apenas a opção [B]single disk[/B] está activa. Depois pode-se escolher o sistemas de ficheiros, EXT3 ou EXT4, sendo que o EXT3, embora seja mais antigo, já tem provas dadas da sua estabilidade. Se optarem por armazenar ficheiros grandes, o EXT4 será melhor.

Atenção, todos os dados que estiverem no disco serão apagados! Por isso se utilizarem um disco já usado, façam backup dos dados primeiro!

12 – Aqui podem rever as configurações antes de prosseguir. Qualquer alteração é só clicar no passo correspondente.

13 – Depois de seleccionar [B]Start Installation[/B], este é o menu que aparece, mostrando os passo concluídos, passos em execução e os restantes, bem como a barra de progresso. Este processo é bastante demorado.

14 – Depois de terminado, o NAS é reiniciado automaticamente e fica pronto para ser usado!

15 – Eis a página inicial que aparece quando se acede ao NAS no browser (por defeito [url]http://192.168.1.66:8080/[/url]), em estilo [B]Cover Flow[/B], utilizando AJAX ([B]asynchronous JavaScript and XML[/B]), que é um conjunto de várias técnicas de Web Development, oferecendo assim uma interface muito agradável e moderna.

16 – Este é o modo de vista alternado, sem ser em modo Cover Flow.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close