ArtigosDestaque

Zarafa Groupware

Utilização via Web do Zarafa

58

Via web, pode-se actualmente aceder ao Zarafa de duas maneira. Pelo “webaccess” ou pelo “webapp”.

O “webaccess” é a forma antiga e tradicional de aceder ao email. Acede-se via “http://ip do servidor/webaccess” e temos um interface tradicional, muito parecido com o Outlook.

Neste artigo, vou dar mais visibilidade à “webapp” que é a nova forma de aceder ao Zarafa e que tem um novo interface.

Seja como for, pode-se aceder a qualquer um dos dois.

59

No “webaccess” depois de se colocar as credenciais, temos acesso a um interface muito tradicional e parecido com o Outlook.

Temos o ecrã dividido em três partes. Do lado esquerdo temos as categorias. Do lado central, a listagem de items dessas categorias e do lado direito, o conteúdo de cada item.

60

Para aceder à “webapp” basta aceder por “hhtp://ip do servidor/webapp” e colocar a informação do utilizador e password.

61

Ao acedermos, temos acesso a um novo interface.

As categorias estão numa barra superior. Do lado esquerdo, temos acesso à listagem dessa categoria e do lado mais à direita, temos a listagem de cada item.
Um pormenor importante. Este lado direito suporta tabs e por isso podemos ter várias categorias abertas ao mesmo tempo.

Quando se acede inicialmente, vê-se a categoria de email, com os emails não lidos e os items de calendário em destaque.

62

Se carregarmos num item dentro do email, como por exemplo a “Inbox”, temos acesso a uma visão mais tradicional, com a lista de emails ao centro e o conteúdo de cada um dos emails do lado direito.

63

Se formos para outro item, como o “Sent items”, funciona da mesma forma.

64

Ao criarmos um novo email, podemos ver a vantagem que é ter de ter tabs.
Um novo email é aberto num novo tab, mantendo à esquerda o tab com o item que tínhamos aberto anteriormente.

Todo o interface é muito intuitivo e tem as mesmas funcionalidades que um cliente de email clássico.

65

Nas opções, podemos modificar a forma de visualização de cada painel. Por exemplo, podemos mover o conteúdo de cada item, do lado mais à direita, para a parte de baixo.

66

Encontrar utilizadores e emails é muito simples, com o address book, que nos mostra de uma forma alfabética, cada utilizador e onde temos também uma pesquisa.

Tudo é feito em real time e usando html5.

67

Esta é a visão do calendário, em que temos os dias do lado esquerdo e onde podemos colocar marcações do lado direito.

É tudo muito simples e apesar de ser dentro de um broswer, a forma de se usar é como se fosse num habitual cliente de email.

68

Ao marcarmos algo no calendário, é aberto um novo tab ao lado, onde podemos definir ao pormenor todas as características dessa marcação.

69

Com cada marcação que se faça, podemos visualizar de uma forma geral o nosso calendário, onde é fácil de visualizar todas as marcações.

70

Na parte de contactos, temos uma listagem de todos os contactos que existem e que adicionamos. Em grande evidência, existe sempre uma barra de pesquisa.

71

Se adicionarmos um novo contacto, é aberto esse formulário num novo tab. Esse formulário tem todos os campos possíveis e imagináveis que se pode adicionar a um contacto.

72

Na secção de Tasks, ou Tarefas, podemos adicionar tarefas e tem quase o mesmo interface das outras secções, estando sempre proeminente a barra de pesquisa.

73

Num nova tarefa, temos todas as opções possíveis para adicionar, como por exemplo adicionar um reminder para nos lembrar dessa tarefa. Tudo isto feito num interface com tabs.

74

A secção de Notas é semelhante, mas aqui por default não vemos uma listagem, mas sim uma visualização por objectos.

75

Adicionar uma nota é extremamente simples e é como adicionar um post-it.

76

Entramos aqui nas opções de cada utilizador.

Nas opções gerais pode-se escolher a linguagem e a pasta de inicio de sessão.
Pode-se ver também o nome e email do utilizador além da informação do tamanho de uso do email.

77

Nas opções de email, pode-se definir a assinatura do utilizador.

78

Opção para definir o “out of office”, quando o utilizador não tem possibilidade de aceder ao email.

79

Nos filtros, podem-se definir regras para o email.

81

As opções de calendário, onde temos opções de visualização e de horário.

82

Em delegates pode-se definir acesso ao email por parte de outros utilizadores.

83

Em advanced estão opções mais avançadas e que são apresentadas numa estrutura em árvore.

Conclusão

Esta é mais uma solução de email que se encontra disponível, a nível de servidor, no mundo Linux, mas que para o utilizador final é transparente, visto ter um interface web.

O interface web é uma das principais vantagens desta solução, visto que está muito bem conseguido, especialmente na nova versão que tem como nome “webaccess”.
Cada vez mais os interfaces via web estão mais poderosos e na minha opinião, é perfeitamente possível usar o Zarafa como cliente web.
É complicado dizer se esta solução é melhor que usar um cliente como Outlook, mas no mínimo, não lhe fica muito atrás.

Dito isto, na versão paga deste produto, há a possibilidade do cliente Outlook se ligar ao Zarafa, o que pode ser imprescindível para muitas empresas.

Página anterior 1 2 3
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close