AnálisesDestaque

Intel NUC vs Sapphire Edge VS8 em Linux

comparativo

Introdução

Nos últimos tempos muito se tem discutido a “morte” do PC. Esta “morte” é um termo um pouco forte e algo figurativa.
Em primeiro lugar, isto não é directamente relacionado com o o PC em geral. Está mais relacionado com o tradicional computador de secretária e não do desaparecimento completo dele. A discussão é relativa à perda de influência e importância dele mesmo.

Durante anos, o computador de secretária foi o centro único do mundo informático, devido a muitos factores, mas o principal factor foi que o poder de computação disponível em dispositivos mais pequenos era tão pequeno que os tornava pouco inteligentes e úteis.
Assim, tínhamos um formato único, com uma caixa grande e pouco atraente que era o único local onde se podia criar e consumir conteúdos.

O mundo mudou entretanto. O computador tornou-se cada vez mais portátil e o mercado de computadores portáteis tornou-se mais relevante para a maior parte dos consumidores.
Ao mesmo tempo, outros formatos vieram ocupar o espaço do tradicional computador.
Os telemóveis são cada vez mais um mercado em expansão e têm cada vez mais funcionalidades que antigamente só eram possíveis num computador completo. Outro mercado em explosão é o dos tablets, em que a simplicidade de uso atrai cada vez mais utilizadores.

Com isto vamos chegar ao ponto do PC morrer por completo? Dificilmente isso acontecerá, visto que é o formato ideal para criar muito do conteúdo.
O que tem que acontecer é uma transformação.
Para a maior parte dos utilizadores, não faz sentido uma caixa ATX, com a possibilidade de ter vários dispositivos 3 1/2, 5 1/4 e placas PCI, porque simplesmente não vão ser usadas.
Mesmo no mundo dos PC, cada vez as coisas estão mais integradas. O processador já não é só o processador. Tem a componente gráfica (em muitos casos), links PCI-Express, northbridge, etc.
Sem ser IO, quase nada tem que se adicionar a um computador para ele ser completamente funcional.

Não quer dizer que os formatos maiores e tradicionais vão desaparecer. São é cada vez menos práticos para a maioria do público. O ideal é cada vez mais algo pequeno e silencioso.

Sendo assim, temos para análise dois computadores mais adaptados aos dias de hoje.
Os dois são pequenos, silenciosos e vão buscar grande parte dos ensinamentos aos Ultrabooks do mercado móvel.
No entanto, apesar de serem pequenos, não deixam de ser muito poderosos. Não são os comuns mini computadores com Atom que para muitas pessoas não são o suficiente.
Têm um processador de média gama, tanto da Intel, como da AMD.

O primeiro computador é o famoso Intel NUC, que apareceu na primeira página de muito sites como sendo uma das grandes maravilhas do mundo.
O segundo é mais discreto a nível de publicidade, mas não deixa de ser uma oferta curiosa. É o Sapphire Edge VS8.

Primeiro olhar

Estes dois computadores foram comprados na sua versão “barebone” onde não incluí disco nem memória RAM.
Os dois vieram em duas caixas. Aqui fica um primeiro olhar quando se recebe estes dois barebones.

1

Primeiro o Intel NUC. Esta é a versão DC3217IYE, que é um nome muito pouco atractivo. É mais fácil dizer que é a versão que inclui uma placa de rede Gigabit e não tem porta Thunderbolt.

A caixa é extremamente pequena, mas em sentido oposto, muito pesada para o tamanho.

2

Da parte da frente da caixa temos a famosa frase “Next Unit of Computing” que forma a palavra NUC.

A caixa em si é bonita, em tons de azul, mas relativamente séria. Aqui não se vêm dragões ou heróis. Temos apenas a imagem do computador e dois selos com a marca de desktop e Core i3.

3

Na parte de trás temos um misto de marketing e informação.

Por um lado temos uma senhora que parece estar às compras e frases feitas. Por outro lado, temos os vários símbolos de tecnologia incluída e mais importante, o que não está incluído.
Neste grupo fazem parte o disco mSATA, a memória RAM, a placa wireless que é opcional e o cabo de energia.
Sim, o transformador é incluído, mas não o cabo que depois liga à ficha. Muito importante este ponto, porque muitas pessoas não se vão aperceber disto até abrirem a caixa.

4

Abre-se a caixa e temos uma primeira surpresa. A caixa tem um sensor de luminosidade. Quando abrem a caixa como a variação de luz é elevada, toca a música da Intel.
É algo no mínimo estranho e não o abram de madrugada num sitio sossegado. É relativamente alto.

Lá dentro, na parte de cima, temos o Intel NUC em si e o transformador.

5

Na parte de baixo temos uns folhetos com instruções e um adaptador Vesa, para o caso de querer colocar o computador na parte de trás de um monitor.
Também incluído estão os parafusos para este tipo de montagem.

6

Imagem do transformador que é mesmo muito pequeno. Não é de mais referir que é preciso comprar o cabo de power que depois liga à ficha. Ele não vem incluído.

7

O NUC saído da caixa, ainda com o plástico a proteger a parte de cima.
Dizer também que a parte de cima é glossy e que ganha bastantes dedadas, apesar de ser preto.

8

Esta é a caixa do Sapphire Edge VS8. Muito maior que a caixa do Intel NUC. Aliás, quem não souber que computador vem lá dentro, pode pensar que é algo muito maior.

9

A parte traseira, que vem com algumas frases de marketing, mas ao mesmo tempo tem as especificações detalhadas do produto.

10

A parte frontal da caixa. Muito simples e com umas cores e desenho muito discretas. Penso que nos dois produtos quiseram agradar a um público mais crescido ou mesmo empresarial.

11

Esta é a imagem de quando se abre a caixa, com o computador na parte de cima. Aqui se pode ver como a caixa é desproporcional ao tamanho do computador.
Seja como for, vem tudo muito bem embalado e bastante protegido.

12

O que vem por baixo. Cabos, transformador e um suporte para ter o computador na vertical.

13

Imagem do VS8. Também é bastante pequeno, comparado com o NUC. É maior em comprimento e largura, mas bem mais pequeno a nível de altura.
A nível de área, são capazes de não ser muito diferentes.

14

Imagem do transformador e o cabo de power. Neste caso o cabo de power está incluído.

15

O suporte que coloca o computador na vertical. É rígido o suficiente para aguentar com o pouco peso do computador.

16

Incluído vem um cabo HDMi -> DVI…

17

…Um cabo HDMI…

18

…E um cabo óptico de áudio.

Excelentes adições a todo este pacote.

19

Por fim, imagem do Sapphire Edge VS8 na vertical, que é a posição mais natural para este formato.

1 2 3 4 5 6Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close