AnálisesDestaque

Clevo P150SM

Notas adicionais e Conclusão

Este é um portátil bem estruturado, robusto, com uma boa apresentação, boa performance, um equipamento de som há altura e com uma relação qualidade/preço a um muito bom nível.

O monitor, Full HD 1920*1080, é dos melhores que tenho utilizado em portáteis e já utilizei alguns, o ângulo de visualização é muito bom, não existem partes do monitor com coloração diferente como acontece em alguns de marcas conhecidas. Nos jogos não se nota qualquer tipo de arrastamento, mesmo durante as explosões ou cenários mais exigentes.

Na realidade estava há espera de uma melhor performance nos jogos. No entanto, parece-me que as drivers da gráfica ainda precisam de algum trabalho, o tempo o dirá se tenho razão. A escolha das memórias também influenciou essa performance.

Há algumas melhorias de que podia ser alvo, e que fariam dele um “best seller” em pouco tempo, ora vejamos.

– Nos outros testes esteve bem em todos excepto nos de memórias, isso deve-se à escolha das memórias que não foi a mais feliz, apenas um Dimm e com características fracas: Kingston Value 8GB 1600MHz DDR3 Non-ECC CL11 SODIMM.
Para este tipo de portátil, sugiro pelo menos 2 Dimm’s que permitem aproveitar a caraterística de dual-channel do sistema e melhora substancialmente a sua performance. Sugiro ainda, umas memórias com latências um pouco mais baixas, a diferença preço não é muito grande mas a diferença de performance é.

– O seu peso devia de ser reduzido um pouco para deixar de ser um “transportável” e passar a ser um portátil. Esta máquina com 3.234g, a juntar o peso do carregador de bateria, mais de um quilo, no principio da viagem não se nota muito, no fim, passa a ser quase um sacrifício. A troca do carregador de bateria era imperativa, um carregador com mais de 1Kg é uma enormidade.

– No que diz respeito a “storage” ou armazenamento, parece-me que um HDD de 320/500GB em conjunto com um SSD há escolha do cliente (120/250GB) davam outra performance a uma máquina que podia ficar perfeita. Podem também ser utilizadas, as portas mSATA que este portátil tem de origem, com alguma perca de performance em relação a um SSD.

– A possibilidade de regulação da ventoinhas pelo utilizador, seria uma das mais-valias a adicionar a este portátil.

 

Este portátil merece o nosso RECOMENDADO, no entanto ficaria bastante melhor se seguissem as nossas recomendações.

 

Agradecimento

A ZWAME agradece à ASSISMÁTICA pela disponibilidade do equipamento.

Autor: Vítor Antunes

INDICE

1. Introdução
2. Fotos
3. BenchMarks
4. Notas adicionais e Conclusão

 

Página anterior 1 2 3 4
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close