DestaqueNotícias

OnePlus One. O smartphone a seguir

01_ZWAME

O OnePlus One tem despertado um enorme interesse atendendo a que o preço é muito baixo se considerarmos as especificações. Será lançado uma versão com 16GB a 269€ e outra a 299€ com 64GB.

O detalhe colocado neste equipamento vai ao pormenor de mesmo o PCB que não é visível ao utilizador ter sido alvo de atenção, muito à imagem do que a Apple nos habituou.

O smartphone tem um ecrã de 5,5 polegadas com uma resolução fullHD (1920×1080) com LTPS e TOL (Touch on Lens) protegido por Gorilla Glass 3. O processador é um Qualcomm Snapdragon 801 quad-core a 2,5GHz, GPU Adreno 330, 3GB de LP-DDR3 RAM, suporte para LTE 4G, armazenamento de 16 ou 64GB como já tinha referido, sensor de 13 megapixels da Sony com objectiva constituída por 6 lentes com abertura f/2.0, flash dual LED e suporte para vídeo a 4K. A câmara frontal é de 5 megapixels com um ângulo de captura de 80º, em termos de Wi-Fi é dual-band 802.11 b/g/n/ac, Bluetooth 4.1, NFC, GPS, GLONASS e uma bateria de 3100mAh. As dimensões são 152,9 x 75,9 x 8,9mm e o peso é de 162g. Não tem suporte para expansão da memória com cartão microSD como é possível encontrar em alguns equipamentos. As cores são Silk White e Sandstone Black como podem ver na imagem abaixo.

04_ZWAME

 

Do ponto de vista das especificações é impossível pedir mais pelo preço. Faz o Nexus 5 parecer caro o que só por si é dizer muito e torna difícil escolher outro equipamento actualmente no mercado. A escolha do modelo com 64GB atendendo à vantagem de ter mais espaço (em particular porque podem gravar a 4K) e à diminuta diferença de preço para este ganho atendendo que não é possível expandir a memória através de um cartão.

OnePlus_logo

Quem é a OnePlus?

A OnePlus é uma startup com sede em Shenzhen fundada em Dezembro pelo Pete Lou que era Vice presidente da Oppo marca fundada em 2004 e reconhecida em particular nos EUA pela qualidade dos  leitores DVD e Blu-ray. Mais recentemente tem tido um assinalável sucesso com vários smartphones nomeadamente o Find 5 que a fez tornar-se mais conhecida na Europa e há um certo déjà vu para quem conhece este equipamento e vê as imagens do OnePlus One. Será a Oppo que irá fabricar este equipamento e tendo já visto a qualidade dos produtos é algo que deve tranquilizar quem está a pensar comprar o OnePlus One.

 

Software do OnePlus One

Este equipamento trará uma ROM personalizada da responsabilidade do CyanogenMod que começou por fazer ROMs para equipamentos existentes no mercado mas que agora chega de raiz num equipamento. Terá a versão CyanogenMod 11S baseado em Android 4.4. Apesar de o Oppo N1 já ter tido uma edição limitada com uma ROM CyanogenMod  este é verdadeiramente o primeiro equipamento a ser lançado com uma ROM e a marca na traseira do CyanogenMod. Uma das bandeiras além da personalização possível é a questão da privacidade nomeadamente em termos de encriptar as mensagens enviadas e o controlo sobre que informação é acedida pelas aplicações instaladas.

Disponibilidade

Na tentativa de tornar este lançamento viral a OnePlus tem ao longo de 5 meses feito muito alarido à volta do equipamento. Actualmente têm um passatempo em que vão oferece ao preço de 1 dólar a quem for seleccionado para fazer um vídeo a partir o seu anterior equipamento além de oferecerem 3 convites. A disponibilidade alargada será espera-se no final de Maio, mas atendendo ao interesse que está a despertar não vai ser fácil conseguir encontrar equipamentos disponíveis. A OnePlus também promete uma grande diversidade em termos de capas.

design-covers

Este equipamento vem agitar as águas de muitas formas. Coloca o preço abaixo da linha Nexus que tradicionalmente oferece o melhor em termos de preço/especificações com os updates de software em primeiro lugar, desafia as marcas mais conhecidas como a Samsung, LG, HTC entre outras ao tornar difícil pagar mais quando o OnePlus One tem estas características. Em termos de software falta ver se o CyanogenMod não pode algum dia entrar em competição com a Google. Há aqui o potencial de reduzir a dependência dos serviços Google no sentido em que se forem substituídos por outros que não da Google esta perde já que mais dificilmente monetiza a informação e aquilo que verdadeiramente lhes trás retorno. É um tiro muito longo mas abre pelo menos o espaço para que isso possa acontecer. Dizer que este é o equipamento a seguir nos próximos meses é o mínimo atendendo ao interesse que tem gerado. Assim a OnePlus consiga cumprir em termos de procura, fiabilidade e resolução de problemas tanto de hardware como de software já que está a assumir o risco de usar CyanogenMod.

 

Galeria de Imagens

Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close