AnálisesDestaque

Análise às memórias G.Skill Ripjaws V DDR4 16GB

IMG_8333

A G.Skill foi fundada em 1989 em Taipé e tem desde então produzido módulos de memória de qualidade, que já tivemos oportunidade de testar por diversas vezes. Mais recentemente começou a diversificar o seu portfólio de produtos tendo entrado no mercado de teclados mecânicos e headsets.

Hoje temos para teste um kit de memórias RAM DDR4 da nova serie Ripjaws V, desenhadas para sistemas dual-channel a pensar na sexta geração de processadores da Intel (“Skylake”) e no chipset Z170.

Existem desde o standard DDR4-2133MHz até a DDR4-3733MHz; no nosso caso temos as DDR4-3000MHz com capacidade de 16GB (8GBx2).

Esteticamente têm um aspeto agressivo como é habitual na marca, e o dissipador que domina a parte exterior das memórias está disponível em 5 cores diferentes, podendo nas fotos ver o kit que temos com cor vermelha.

Especificações

Série Ripjaws V
Tipo de Memória DDR4
Capacidade 16GB (8GBx2)
Kit Multi-Channel Kit Dual Channel
Velocidade Testada 3000MHz
Latência Testada 15-15-15-35-2N
Voltagem Testada 1.35V
Registered/Unbuffered Unbuffered
Error Checking Non-ECC
Velocidade SPD 2133MHz
Voltagem SPD 1.20V
Altura 42 mm
Garantia Vitalícia Limitada
Características Intel XMP 2.0 (Extreme Memory Profile) Ready

A redução na voltagem em relação às memórias DDR3 é o primeiro ponto que chama a atenção. A voltagem que correspondia a low voltage em DDR3 é aqui o valor recomendado, num kit que suporta velocidades bastante acima do normal, já que à velocidade standard a voltagem recomendada é de 1,2V.

A outra vantagem que acaba por não estar aqui visível, mas que será importante em muitos casos, é a densidade das memórias que poderão ser maiores do que em DDR3, aliado aos novos chipsets podemos ter sistemas com 64GB de memória RAM. Não é de esperar que para a grande maioria dos utilizadores domésticos isso faça muita diferença já que não é fácil utilizar 16GB RAM no dia a dia mas permite ter sistemas mais acessíveis com muita memória para ter máquinas virtuais, o único contra é que a memória não é ECC e em ambientes críticos isso seria uma mais valia. De qualquer forma, mais ainda é melhor aqui, pelo que os utilizadores não se podem queixar da melhoria introduzida. É de esperar também que as velocidades aumentem ainda mais pelo que é expectável que as memórias DDR4 tenham um futuro bastante promissor.

CoresAs várias cores disponíveis desta serie da G.Skill

1 2 3 4Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close