AnálisesDestaque

Análise à caixa Corsair Carbide Series 600Q

 

Carbide_600Q_02

Vista de qualquer um dos lados a caixa apresenta-se simétrica, aparte da posição do logotipo na frontal.


IMG_9336

Na traseira vemos pela primeira vez que o layout é invertido. O painel traseiro e a ventoinha fica na parte inferior, as portas de expansão por cima e no topo a fonte de alimentação.


IMG_9338

No lado esquerdo, em que normalmente vemos o tray da motherboard aqui vemos precisamente o oposto. Como expectável temos uma enorme abertura que nos permite ter acesso à parte posterior da motherboard onde fica o cooler, não necessitando desmontar a motherboard para trocar o cooler.

Por cima da abertura estão 3 bandejas para unidades 2,5″ sem necessidade de utilizar qualquer ferramenta para as fixar, mas podem colocar parafusos lateralmente se preferirem. Pessoalmente se tiver que mudar a caixa de local com alguma frequência parece-me preferível.

Na caixa de cartão que está na parte superior temos mais uma ventoinha de 120 mm e por baixo, numa das baías 3,5″ os habituais acessórios.

Carbide_600Q_13

No lado oposto fica então o tray da motherboard invertido. Existe várias aberturas de modo a arrumar da melhor forma os cabos.

A parte superior, onde fica a fonte de alimentação, é fechada de modo a reduzir o ruído.

Carbide_600Q_20

Um pormenor do material das laterais e frontal que absorve o ruído.

Carbide_600Q_21

Cabos da caixa incluídos.

Carbide_600Q_16

 

Ventoinha traseira para extracção do ar quente.

Carbide_600Q_07

 

Na tampa superior temos o painel com os habituais botões de power e reset. Notem que os botões ficam nas extremidades do painel, evitando que se carregue inadvertidamente no botão errado. Também no painel está o controlador de rotação de ventoinhas, jacks para auscultadores e microfone e portas USB 3.0 e 2.0.

IMG_9345

O manual e aviso de garantia contra defeitos. O manual vem em português, e aparte de chamar “gabinete” á caixa o português é bom.

IMG_9346

Os acessórios que acompanham a caixa. De referir que os suportes para a motherboard já estão colocados sem um deles, e daí terem um a mais. Não permite enroscar o parafuso mas é uma enorme ajuda para colocar a motherboard no local correto e, atendendo ao número de suportes que uma motherboard ATX tem, não consideramos necessário trocar.

IMG_9347

IMG_9349

A ventoinha extra com uma mensagem do responsável pelo produto, George Makris, que consideramos interessante. A caixa traz duas ventoinhas instaladas, que para a maioria será mais do que suficiente (para não dizer excessivo, dependendo do tipo de cooler que utilizarem), mas se quiserem têm mais uma à disposição.

IMG_9353

A imagem não é a mais correcta para ilustrar o que pretendemos mostrar, que é o único ponto negativo até ao momento: o suporte para a motherboard que não tem o parafuso (a meio da imagem) não está perfeitamente alinhado, pelo que não é possível colocar o parafuso. Não é grave mas fica a nota. Todos os restantes parafusos ficam perfeitamente alinhados.

IMG_9355

Sem a tampa frontal, que é simples de remover, podemos ver em primeiro plano o filtro que fica à frente da ventoinha que vem de origem à frente, posicionada em frente da placa gráfica, de modo a puxar ar para a mesma. O filtro, como é frequente nos equipamentos da Corsair, fica no local com um ligeiro encaixe mas também pela ação de ímanes.

IMG_9358

Removido o íman vemos melhor a ventoinha e o pormenor do ajuste que pode ser feito em termos de altura da mesma.

IMG_9362

Na imagem acima podemos ver o sistema já montado com os cabos neste lado a ficarem bastante enrolados, já que algumas opções que tomamos aumentaram o número de fios, mas esperemos ter conseguido fazer um bom trabalho na parte da frente. Utilizámos a fonte de alimentação Corsair RM850x, que como vimos na análise não activa a ventoinha quando o sistema está com com pouca carga.

IMG_9365

Nunca tínhamos conseguido ter uma arrumação tão perfeita, mas percebe-se porquê. De facto, e depois de termos analisado caixas mini-ITX recentemente, ter uma caixa com tanto espaço é um verdadeiro luxo.

Devemos ainda referir que colocámos o máximo de componentes que tínhamos à disposição, isto é, como podem ver temos um cooler de 280 mm à frente, com duas ventoinhas que traz incluídas, pelo que colocámos a ventoinha frontal e a suplente na parte inferior apenas para mostrar o enorme espaço, e o radiador podia perfeitamente estar na parte inferior.
Tudo isto para dizer que além das opções serem múltiplas é impressionante como o ruído final é reduzido. O objetivo de conseguirmos medir o ruído caiu por terra porque o equipamento que dispomos apenas apresenta valores acima dos 30 dB, o que com esta configuração apenas é possível obter um valor colocando a 5 cm da traseira na parte inferior.

Para o sistema apresentado não faz sentido ter duas ventoinhas a funcionar no fundo, uma será mais que suficiente ou mesmo nenhuma. Na regulação das ventoinhas colocámos sempre na opção mínima.

IMG_9370

A parte traseira da caixa com o sistema totalmente montado.

Carbide_600Q_11

Carbide_600Q_12

 

Página anterior 1 2 3 4Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close