AnálisesDestaque

Gigabyte Z170N-Gaming 5

UEFI

A interface da UEFI desta motherboard apresenta um design que se pode considerar clássico, em todos os sentidos.
Esta abordagem simplista, “à antiga”, é algo que, pessoalmente, me agrada bastante.  Mas nos tempos que correm, e com a Gigabyte a disponibilizar interfaces mais vistosas em produtos de gerações anteriores, é algo que poderá ser visto de forma negativa por muitos utilizadores, em particular numa motherboard com a marca “G1”. Talvez depois de algum contacto com esta BIOS, se convertam às vantagens da simplicidade.
Quanto ao que realmente interessa, as funcionalidades e opções de configuração, essas estão todas bem presentes.

1

No primeiro separador (Motherboard Intelligent Tweaker) temos todas as opções de controlo de frequências e voltagens que interessam aos overclockers, bem como algumas opções avançadas de configuração do CPU.

1-2

Temos ainda acesso à monitorização do sistema e configuração de variados alarmes e também das ventoinhas, incluindo a possibilidade de definir manualmente curvas de rotação/temperatura. Pena que a motherboard suporte apenas duas.

2
3

Neste separador temos, entre outras, a configuração da prioridade de boot.

4

Todas as configurações associadas a periférico e armazenamento encontram-se neste separador.

5

6

7

Nos restantes separadores encontramos opções de tecnologias de virtualização, do IGP, de gestão de energia e, por fim, de guardar alterações e abandonar a BIOS, bem como a possibilidade de guardar e carregar perfis de configuração.

Software

No lado do software, a Gigabyte tem um conjunto de aplicações muito bem concebidas, com um design bastante polido e comum a todas, que facilita a utilização e melhora bastante a experiência.

AppCenter

1

A AppCenter é uma aplicação bastante leve que corre no tabuleiro do sistema e centraliza todas as restantes. É a primeira aplicação que se instala e de origem não inclui mais nenhuma. Cabe ao utilizador escolher as que lhe interessam depois.

2
Nas preferências é possível alterar o aspecto, o idioma (o português está apenas parcialmente traduzido, com muitas opções a aparecerem no inglês original), definir prazos para actualizações e ligar ou desligar o arranque da aplicação com o sistema.

3-update
Após instalar e, eventualmente, configurar a aplicação, é possível, na janela de update, escolher as restantes aplicações a instalar e actualizar as já instaladas.

3-update 2
O processo é bastante simples e totalmente automatizado.

@BIOS

4-@BIOS
Esta aplicação permite actualizar a BIOS de forma bastante simples, directamente da Web ou através de um ficheiro previamente descarregado. Permite, ainda, personalizar a imagem de boot, no separador Face Wizard.

Ambiente LED

5-led

Aplicação que controla a iluminação LED embutida. Nesta motherboard em particular, as opções são algo limitadas, permitindo apenas escolher entre 3 modos de operação ou desligado.

EasyTune

6-easytune 1
Esta é a aplicação da Gigabyte de overclock, que trás para o Windows muitas das opções da BIOS. O primeiro separador permite alternar entre 3 modos de operação pré-definidos, com um deles a oferecer um ligeiro overclock.

6-easytune 2

Neste separador temos todos os controlos necessários ao ajuste manual da frequência do CPU.

6-easytune 3
Aqui podemos ajustar a configuração da memória, ajustando todos os parâmetros manualmente ou activando simplesmente o perfil XMP.

6-easytune 4
Aqui temos um par de opções avançadas de configuração da alimentação do CPU.

Na ultima aba é possível definir atalhos para perfis previamente guardados de configuração de sistema.

System Information Viewer

7-siv 1

Aplicação de informação e monitorização do sistema. Também dá acesso no Windows a algumas das opções da BIOS.

7-siv 2

7-siv 3

Entre elas, o controlo das ventuinhas, quer por modos pré-definidos ou manualmente.

7-siv 4
Permite também configurar um grande número de alertas, definindo limites inferiores e superiores para vários parâmetros.

7-siv 5

Na última aba encontramos um data logger, que permite monitorizar e gravar as alterações no tempo de vários parâmetros, como temperaturas e voltagens. Útil para testes e “troubleshooting”.

USB Blocker: aplicação que permite bloquear o uso de determinados tipos de periférico (armazenamento, comandos, impressoras, etc.) no sistema.

Cloud Station: permite aceder ao sistema e a algumas das suas opções via um dispositivo móvel.

Fast Boot: pequena aplicação que permite activar a funcionalidade de boot rápido e reiniciar o sistema directamente para a BIOS.

Smart Backup: aplicação de backup do sistema da Gigabyte

Smart TimeLock: permite bloquear a utilização em períodos definidos.

Em geral parece-nos um conjunto de aplicações bem concebidas, com opções e funcionalidade para um enorme número de situações. No fim, cabe ao utilizador escolher as que lhe são úteis, se alguma.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close