Artigos

Overclock a um i5-6400 (Skylake não-K)

destaque

No final de Novembro passado surgiram relatos de overclocks substanciais a processadores Skylake não-K, feitos “à antiga”, via aumento do BCLK. Estes esforços iniciais envolviam alguma modificação do hardware usado, nomeadamente das motherboards, mas surgiram posteriormente BIOS modificadas que dispensam tais alterações para o desbloqueio desta capacidade.
Neste momento existem BIOS com esta capacidade para diversos modelos de motherboards baseadas no chipset Intel Z170 (o único que suporta overclock) das principais marcas, mas apenas a ASRock disponibiliza, por enquanto, estas versões no seu site oficial. Utilizadores de outras marcas podem, por sua conta e risco, encontrar BIOS não oficiais, mas alertamos para o risco que o uso desses ficheiros acarreta.

Hoje trazemos, então, o nosso teste a esta “nova” capacidade. Para isso utilizamos o mais acessível dos Intel Core i5 “Skylake”, o i5-6400.

Intel Core i5-6400

Antes de avançarmos para o teste, algumas notas e opinião pessoal sobre este processador. Aquando do anúncio da gama de CPUs desta geração, eu, como tantos outros, rapidamente coloquei de parte este 6400. “2.7GHz? Pff.. Por pouco mais dinheiro, o 6500 vem a 3.2GHz!”. Ora, após ter este CPU na mão e analisado um pouco melhor as suas características, concluo que esse julgamento pode ter sido um pouco precipitado. Hoje em dia, tão ou mais importante que a frequência de base, são as frequências do modo turbo, que neste modelo são bastante agressivas. Senão, vejamos:

 CPU Freq. base Turbo 1 core Turbo 2 cores Turbo 3 cores Turbo 4 cores
i5-6400 2700 MHz 3300 MHz 3300 MHz 3200 MHz 3100 MHz
i5-6500 3200 MHz 3600 MHz 3500 MHz 3400 MHz 3300 MHz
i5-6600 3300 MHz 3900 MHz 3800 MHz 3700 MHz 3600 MHz

Na realidade, o 6500 tem apenas 200MHz de vantagem em relação ao 6400, na maior parte das situações. É maior a diferença efectiva entre o 6600 e o 6500 que entre o 6500 e o 6400, ao contrário do que as frequências base fazem supor.
Com estes 3 processadores actualmente separados a intervalos de 30€ no mercado, o 6400 parece-me, claramente, a escolha acertada para a maioria dos utilizadores, com o 6600 a ser opção para quem procura um extra de performance tangível. O 6500 fica um pouco em “terra de ninguém”.

Mas é quando consideramos o overclock que este 6400 realmente se destaca e ganha bastante valor acrescentado…

1 2 3Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close