Análises

Análise ao headset Mionix Nash 20

Considerações Finais

Sendo este um headset que se encontra posicionado no segmento high-end do mercado, é com contentamento que recebemos ótimas primeiras impressões em áreas como solidez e qualidade de construção. A escolha de materiais é inteligente e agradável, com o coating de borracha a dar um remate de suavidade adicional.

IMG_9381

Contudo, tratando-se este de um equipamento áudio, é imperativo que o mesmo assuma especial qualidade nessa área, algo que parece ter sido deixado para segundo plano com o Mionix Nash 20. O desiquilíbrio geral de frequências não deixa que o headset brilhe em qualquer tipo de utilização, quer seja gaming ligeiro, quer seja em FPS’s competitivos ou até mesmo em multimédia. Tal falha neste parâmetro é tão grande, que nem mesmo a qualidade acima da média do micro ressalva quaisquer pontos que pudessem levar este equipamento para praia segura.

No fundo, por 120€ iremos encontrar um headset com a típica exímia qualidade de fabrico associada à marca sueca, conseguindo associar alguma elegância a um design que à primeira vista parece mais bruto, graças à escolha de materais e qualidade de acabamentos. Não obstante, quando estamos neste patamar de preços, não é perdoável que a qualidade sonora fique tão aquém de alternativas da concorrência, como por exemplo os modelos Hyper-X Cloud e Cloud II por nós já analisados.

Prós

  • Solidez
  • Hastes extensíveis
  • Cups com muita mobilidade
  • Acabamentos
  • Conforto

Contras

  • Qualidade de som
  • Microfone não muito discreto

A ZWAME agradece à Mionix a disponibilidade do equipamento para análise.

Página anterior 1 2 3 4
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close