AnálisesDestaque

Cinco meses com o OCZ Vector 180

OCZVector
Mais um mês, mais um resumo dos resultados do nosso teste de longa duração ao OCZ Vector 180 240GB. Este é o último ponto de situação antes de atingirmos o meio termo deste teste. Dentro de um mês contamos fazer uma análise mais alargada da evolução da performance das drives até essa altura.
Por agora, partilhamos aqui os resultados do CrystalDiskMark de Fevereiro. Mais pormenores podem ser consultados no relatório individual de cada utilizador, no fórum.

muddymind

Aos 5 meses, este SSD conta com 639 horas de actividade e 1,82 TB de dados escritos.

SideWalker

Este SSD vai nas 1400 horas de actividade e 1,96TB de dados escritos.

Stormgiant

Este SSD atingiu as 435 horas de actividade e os 1,75TB de dados escritos.

[email protected]

686 horas de actividade e 1,34TB de dados escritos, para este SSD.

Warlord

Este SSD conta com 638horas de actividade e  0,66TB de dados escritos.

A caminho do meio ano de utilização, todos os SSDs se mantêm de boa saúde e com performance sólida e consistente.

OCZ Trion 150 e um pouco de história

Quem acompanhou a evolução do mercado dos SSDs desde que estes surgiram no mercado de consumidor sabe que a OCZ foi das marcas que, com as sua agressiva (e, por vezes, arriscada) aposta nas mais recentes tecnologias, mais contribuiu para o avanço destes produtos e, particularmente, para a sua democratização.
O melhor exemplo disso é, talvez, o OCZ Vertex original. Numa altura em que quase todas as marcas sofriam com os problemas dos controladores da JMicron e a Intel cobrava a peso de ouro a performance que oferecia, a OCZ foi pioneira em arriscar trazer para o mercado um controlador da, na altura desconhecida, Indilinx. Ainda mais importante, arriscou a implementação de um firmware que sacrificava velocidades de transferência sequenciais em favor de melhor performance em escrita/leitura aleatória. Desta forma conseguiu oferecer uma drive com performance “no mundo real” competitiva com a oferta da Intel, e a preços significativamente inferiores, obrigando a Intel a baixar também os seus preços e beneficiando-nos a todos nós, consumidores.

Hoje, os tempos são outros e a tecnologia evoluiu imenso, com a concorrência a ser mais feroz que nunca. O mais recente lançamento da OCZ, o Trion 150, poderá não ter o mesmo impacto no mercado que o seu avô, mas o espírito que encarna é o mesmo: aliar excelente performance a preços baixos. Para atingir esse objectivo, este SSD alia as vantagens económicas da grande densidade de bits da NAND TLC de 15nm com a elevada performance possibilitada por uma cache integrada de NAND SLC. A nossa análise completa a este SSD pode ser consultada aqui.

O OCZ Vector 180 existe nas versões de 120GB, 240GB, 480GB e 960GB.

Voltamos dentro de um mês. Até lá, o tópico do teste continua aberto a todos os comentários e questões.

Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close