AnálisesDestaque

Corsair VOID Surround

Fotos

1

324

A caixa é semelhante à restante gama e segue a actual linha de design da Corsair. A frente é um pouco mais minimalista, com as laterais e traseira dedicadas ao marketing e especificações. Sendo um headset com ligação de 3,5mm, torna-se compatível com qualquer aparelho que tenha uma destas conexões, incluindo as consolas e dispositivos móveis publicitados.

56

O interior da caixa e o acondicionamento do dispositivo é em tudo semelhante à versão RGB Wireless.

7

O Guia de Iniciação Rápida e folhetos informativos.

8

O adaptador Dolby Surround. Este adaptador não é mais que um pequeno DAC externo que permite usar as funções audio do Software CUE.

9

10

Pormenor da ficha TRRS. Os auscultadores funcionam perfeitamente em qualquer saída audio de 3,5mm, mas para usar o microfone é necessária uma ficha audio out/mic in combinada, um cabo adaptador splitter que separe o audio do microfone (não incluído) ou, simplesmente, utilizar o adaptador USB incluído, que suporta em pleno todas as funções do headset.

11 12 13

Além do óbvio fio e da ausência de iluminação RGB e dos controlos multi-funcionais, este headset é bastante semelhante à versão RGB Wireless já analisada, usando o mesmo formato de auscultadores, a mesma bandolete, as mesmas robustas hastes metálicas articuladas e o mesmo microfone de borracha flexível.

14

As almofadas usam a mesma espuma de memória, mas são revestidas num tecido diferente, do tipo aveludado. Num primeiro momento, parece mais suave e confortável, mas em sessões de utilização mais longas tende a aquecer mais a pele na zona de contacto que o tecido de micro fibras mais aberto e transpirável usado na versão Wireless. Pessoalmente prefiro este último, mas este é um aspecto onde é difícil declarar inequivocamente um “melhor”, já que as sensibilidades e preferências variam bastante.

15

O microfone é, em tudo, semelhante ao já analisado, excepto pela ausência dos LEDs do sistema InfoMic.

16

No lugar dos controlos multi funcionais temos apenas um botão que permite ligar/desligar o microfone e uma roda analógica para o controlo do volume. Embora abdicando e alguma funcionalidade extra, pessoalmente nutro um carinho especial por este tipo de controlo de volume clássico, e pela rapidez e precisão que proporciona.
Nesta imagem é ainda possível observar em detalhe o ponto de fixação do cabo, no headset. Parece robusto quanto baste, mas um cabo amovível teria sido muito bem vindo.

Software

cue

Caso se opte por utilizar o adaptador Dolby USB, ganha-se acesso a todas as funções audio do software CUE da Corsair, incluindo a virtualização de som Surround 7.1 que dá o nome ao modelo.
Estes modos funcionam perfeitamente e produzem resultados em tudo semelhantes aos obtidos com o VOID RGB Wireless. A única diferença é que nesta versão têm de ser sempre acedidos directamente no software, devido à ausência dos controlos multi funcionais no headset. Nada de muito grave.

Página anterior 1 2 3Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close