AnálisesDestaque

Kioxia Exceria Plus

Agora com 2TB

PCMark 7

PCMark 8

Os testes do PCMark pretendem simular uma série de cenários de utilização realistas. Aqui sempre foi um pouco difícil discernir reais diferenças entre os vários SSDs, mas dentro dessas pequenas diferenças, o Exceria Plus produz sempre resultados entre os melhores, como seria de esperar.

Como vem sendo hábito nos testes a drives que recorrem a caches SLC, efetuamos um pequeno teste de transferência de um ficheiro de grandes dimensões para tentarmos saturar a cache e observarmos o comportamento da drive nessa situação. Neste caso utilizamos um ficheiro ISO com cerca de 60GB e o antigo RD400 como origem.
A transferência iniciou-se a 1,4GB/s, tendo caído progressivamente até aos 1,2GB/s, altura em que , com 35GB transferidos, a velocidade caiu durante alguns segundos até aos 900MB/s, tendo depois recuperado e oscilado entre os 1,1 e 1,2GB/s até ao final da transferência. No fim, 60GB transferidos em cerca de 50 segundos, algo que não se vê todos os dias, numa máquina caseira.
De referir que a velocidade de leitura máxima anunciada do RD400 é inferior à velocidade de escrita máxima anunciada do Exceria Plus, pelo que provavelmente não vimos o maior pico de escrita de que o Exceria Plus é capaz neste teste.
Como curiosidade, no sentido inverso, do Exceria Plus para o RD400, a mesma transferência fez-se a 1,3GB/s constantes. Será sempre muito difícil às drives modernas igualar a consistência de escrita sequencial por períodos muito longos das velhas drives MLC, que não recorriam a qualquer cache. Mas graças a velocidades de pico superiores, não deixam de ser bem mais rápidas, na generalidade das situações.

Página anterior 1 2 3 4 5Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close