AnálisesDestaque

Media Center Beelink GS-King X

Testes do Kodi em Android e CoreELEC

Para testar a performance e compatibilidade destes dispositivo da Beelink, juntei uma biblioteca de media de 81 GB, com todo o tipo de vídeos e audio.

O que fiz em seguida, foi simplesmente ver essa biblioteca de media no Kodi, dentro do Android 9.0 e no CoreELEC 9.2.3 em “debug mode” e com a informação aberta do ficheiro, carregando no “O” do teclado, para verificar se tinha algum problema na reprodução do ficheiro e se tivesse, qual era o resultado.

Para ter a certeza que cada ficheiro não tinha nenhum problema, verifiquei que eram reproduzidos sem problema, no VLC 3.0.11 sem aceleração por hardware, no Windows 10.

Cada teste tem um nome que o descreve. Na tabela, se o teste tiver um “OK”, é porque foi reproduzido sem problemas. Quando tem uma foto, tem a descrição do problema.

Finalmente, tirava uma foto do ecrã, quando existiam problemas, para colocar nesta review.

Testes de Codecs

Teste de CodecObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
3ivxSem imagemVideo não iniciou
av1Video não iniciouOK
av1-8bitVideo não iniciouOK
av1-10bitVideo não iniciouMuito stuttering no video
avidOKOK
divxOKOK
dvcproOKOK
mpeg1OKOK
mpeg2OKOK
realvideoOKOK
Sorenson3OKOK
theoraOKOK
vp7OKOK
vp8OKOK
vp9OKOK
wmv1OKOK
wmv8OKOK
wmv9OKOK
xvidImagem com arrastamentoOK

O primeiro teste que fiz e provavelmente o mais importante, foi a vídeos com os mais importantes Codecs de Video, para verificar a compatibilidade e a performance.
Todos os ficheiros aqui presentes têm uma resolução igual ou menor a 1080p, para ter a certeza que o problema não se encontrava noutro local.

3ivx é um codec compatível com MPEG4. É bastante antigo, com quase 20 anos. Não consegui reproduzir estes ficheiros em qualquer um dos Kodi, o que me surpreendeu um pouco.

Av1 é um codec bastante recente e só agora estão a aparecer os primeiros SoCs com aceleração hardware para eles. O SoC usado neste Media Center, não tem aceleração hardware para Av1 e isso é normal.
A importância deste codec é que será muito importante no futuro, porque é apoiado pelos gigantes da industria. Google, Microsoft, Apple, Netflix, etc. Aliás, os samples aqui testados são disponibilizados pela Netflix.
Não me surpreendeu nada que o Kodi ainda tenha problemas em reproduzir ficheiros com este codec, por ser tão recente e muito intensivo a nível de recursos de hardware. Mesmo assim, é bom verificar que o CoreELEC tem menos problemas.

Algo que me preocupa, foram os problemas com Xvid no Kodi em Android. Apesar de já não ser um codec muito usado actualmente, ainda há muitos vídeos antigos que usam este codec.
Não é muito visível na foto, mas o que acontece é que, sempre que há uma mudança de cena no video, aparece uma arrastamento de pixeis da cena anterior para a nova. É algo que torna quase impossível a visualização do video.

Nos restantes, não tive qualquer problema.

Testes de Bit Rates

Teste de Bit RateObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
jellyfish-3-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-3-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-3-mbps-hd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-5-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-10-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-10-mbps-hd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-15-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-15-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-20-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-20-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-20-mbps-hd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-25-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-25-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-30-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-30-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-40-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-40-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-40-mbps-hd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-45-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-45-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-50-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-50-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-55-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-55-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-60-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-60-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-60-mbps-hd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-70-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-70-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-80-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-80-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-90-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-90-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-90-mbps-hd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-100-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-100-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-110-mbps-hd-h264OKOK
jellyfish-110-mbps-hd-hevcOKOK
jellyfish-120-mbps-4k-uhd-h264Micro stuttering no videoMicro stuttering no video
jellyfish-120-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-140-mbps-4k-uhd-h264Micro stuttering no videoMicro stuttering no video
jellyfish-140-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-160-mbps-4k-uhd-h264Micro stuttering no videoMicro stuttering no video
jellyfish-160-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-180-mbps-4k-uhd-h264Micro stuttering no videoMicro stuttering no video
jellyfish-180-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-200-mbps-4k-uhd-h264Micro stuttering no videoMicro stuttering no video
jellyfish-200-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-250-mbps-4k-uhd-h264Micro stuttering no videoMicro stuttering no video
jellyfish-250-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-300-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK
jellyfish-400-mbps-4k-uhd-hevc-10bitOKOK

Neste teste, testo se há problemas em h264 e h265, quando se aumenta o bit rate no video. O conteúdo do video é sempre o mesmo. A única diferença é que o bit rate vai sendo aumentado do 3 mbps até aos 400 mpbs.

Em h265, não tive qualquer problema, mesmo com 400 mbps, em 4K de resolução e 10 bit de cor.

O mesmo não posso dizer de h264, onde a partir do momento que se usa 4K com 110 mbps, o video é reproduzido com “micro stuttering”, isto é, o video não é completamente fluido e existem umas, muito pequenas paragens de forma frequente.
Isso não torna a visualização do video impossível, mas é bastante desconfortável.

Testes de Frames por Segundo

Teste de Frames por SegundoObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
H.264 1080i29.970 High 26MbpsOKOK
H.264 1080p23.976OKOK
H.264 1080p24.000OKOK
H.264 1080p50.000OKOK
H.264 1080p59.940OKOK
H.265 1080p (medium bitrate) Test #1OKOK
H.265 1080p (medium bitrate) Test #2OKOK
MPEG2 High 720p59.940 20MbpsOKOK
MPEG2 High 1080i29.970 35MbpsImagem CorrompidaOK
MPEG2 1080i29.970OKOK
VC-1 1080i29.970OKSem imagem
VC-1 1080p23.976Muito stutteringOK

O teste seguinte foi testar diversos vídeos com frames por segundo diferentes.

Na maior parte dos casos, não tive problemas, mas, curiosamente, os problemas são diferentes entre o Kodi em Android e o Kodi no CoreELEC.
Seja como for, nas 3 situações onde tive problemas, não foram problemas pequenos e assim, tornam a visualização destes vídeos, completamente impossível.

Testes de Legendas

Teste de LegendasObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
2D Forced Subtitles Sample #1 (SRT)OKOK
2D Forced Subtitles Sample #2 (PGS)OKOK

Aqui testei dois vídeos com legendas embutidas no video. Um com SRT e outro com PGS.
Felizmente, não tive qualquer problema e as legendas estavam muito legíveis.

Testes de Som

Teste de SomObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
AAC 5.1OKOK
Dolby ATMOSOKOK
Dolby Digital Plus 7.1OKOK
DTS-HD HRA 5.1OKOK
DTS-HD MA 7.1OKOK
DTS-XOKOK
FLAC 5.1OKOK
FLAC 7.1OKOK
LPCM 5.1OKOK
LPCM 7.1OKOK

Em seguida testei diversos vídeos com diferentes codecs de audio. Dolby, DTS, FLAC, AAC e LPCM.
A fazer jus ao cuidado que a Beelink teve com o hardware de som, verifiquei que não houve qualquer problemas com estes ficheiros, tanto no Kodi em Android, como no Kodi no CoreELEC.

Testes de Resolução 4K

Teste de Resolução 4KObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
H.264 29.970fps 51MbpsOKOK
HDR 10-bit HEVC 59.940fpsOKOK
HDR 10-bit HEVC 59.940fpsOKOK
HEVC 10-bit 23.976fpsOKOK
HEVC 10-bit 59.940fpsOKOK
ProRes HDR DCI-P3Muito stuttering no video e sem somSem imagem, sem som e CoreELEC bloqueou
VP9 Profile 2 HDR 24.000fpsOKOK
VP9 Profile 2 HDR 59.940fpsOKOK

A aceleração por hardware, nas especificações, tem como limite 4K e por isso, testei diversos vídeos com essa resolução.

É bom ver que na maioria, não tive qualquer problema. O único problema é com um video ProRes HDR, que não é comum no mercado consumidor e que não tem aceleração por hardware. Para a maior parte das, este problema não é, de todo, importante.

Testes de Resolução 8K

Teste de Resolução 8KObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
8K-AV1Sem imagem, sem som e Kodi crashouSem imagem, sem som e CoreELEC bloqueou
8K-H264Muito stuttering no videoImagem Corrompida e sem som
8K-H265OKSem video e sem som
8K-VP9OKOK

No mercado consumidor, mais de 99% das pessoas, não tem ecrãs e televisões superiores a 4K e este Media Center cobre perfeitamente bem esse tipo de media até 4K, mas por alguma curiosidade de puxar os limites, fiz testes com ficheiros de video em 8K, com alguns codecs.

Estes testes revelaram algumas curiosidades.

Apesar de problemas a visualizar o video 8K em h264, no Kodi em Android e CoreELEC, no Android, a descodificação foi feita por software, enquanto no CoreELEC foi feito por hardware.

Consegui visualizar o video h265 em 8K no Android e para minha surpresa, a descodificação também é feita por hardware.

Por último, a surpresa mais agradável. Não tive qualquer problema em ver vídeos com o codec VP9, muito usado pela Google no Youtube, a 8K, tanto no Android como no CoreELEC e a sua descodificação até é feita por hardware.

Testes de Resolução 16K

Teste de Resolução 16KObservações Android 9.0Imagem do Problema em Android 9.0Observações CoreELEC 9.2.3Imagem do Problema em CoreELEC 9.2.3
16K-H264-60FPS.downsampleImagem corrompidaSem imagem
16K-H264-60FPS.originalVideo não iniciouSem video e sem som
16K-H264-120FPS.downsampleKodi crashouSem imagem

Para puxar ainda mais pelos limites do Media Center, testei três vídeos h264 em 16K ou em downsample de 16K. Estamos a falar de vídeos pequenos, que têm entre 13 a 18 GB de tamanho.

Não esperava de todo que ele conseguisse reproduzir este conteúdo multimédia, mas por mera curiosidade, o modo como ele falha em Android é diferente do modo como ele falha no CoreELEC.

Em Android, o que acontece é a imagem ficar corrompida, o video nem arrancar ou o Kodi crashar. Num dos vídeos, foi possível que ele está a tentar reproduzir os ficheiros por software e leva os processadores ao limite.

No CoreELEC é diferente. Nos três vídeos, ele tenta descodifica-los por hardware, mas como não tem essa capacidade, nunca aparece imagem e num dele, não aparece som.

De referir novamente que estes testes de vídeos com resoluções de 8K e 16K, forma feitos mais por curiosidade de levar este Media Center ao limite e as falhas que acontecem são perfeitamente normais e não têm qualquer implicação com 99% dos consumidores.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close