AnálisesArtigos

Análise ASRock H55M PRO

A ASRock nasceu como divisão de produtos de baixo custo da ASUS (daí a semelhança nos nomes). Infelizmente a sua era inicial ficou marcada pela baixa qualidade das motherboards.

Entretanto, a empresa separou-se da ASUS e começamos a ver uma subida considerável na qualidade dos seus produtos e já apresentam boards em praticamente todos os segmentos, desde o de entrada até o high-end, embora ainda não tenha motherboards “ultimate” (ao estilo das ASUS ROG, e eVGA Classified). A qualidade subiu bastante, tendo boards com boa qualidade de construção, bem equipadas em termos de componentes onboard e boas capacidades de overclock.

Ha uns meses, testei uma ASRock 790GX AM3 e fiquei muito satisfeito. Os meus colegas [email protected] e Nemesis11 receberam outros artigos, como uma motherboard P55 e o HTPC ION e ficaram igualmente satisfeitos, demonstrando serem produtos de excelente qualidade.

Nesta review em particular, vamos trazer um modelo com o novo chipset H55, em formato micro-ATX, tornando assim uma solução interessante para media centers e pequenos computadores. Vamos ver se esta board consegue tirar partido da nova geração de processadores Clarkdale.

Irei testar apenas o i5 661 e i3 530, por falta de tempo não poderei testar o i5 750.

Especificações Comuns

  • Socket: LGA 1156 (Todos os CPU LGA 1156, gamas Core i3/i5/i7, pentium G6xxx)
  • Chipset: Intel Ibex Peak H55
  • Memória: DDR3 1333 (suporte oficial) não-ECC, controlado pelo CPU.
  • Memória (slots e quantidade): 4 slots, suportando até 16 GB e operação em dual-channel.
  • Tipo de chipset: Single Chip PCH (Plataform Controler HUB)
  • Interface CPU-Chipset: DMI Link 4x (baseado no PCI-Express 2.0)
  • BIOS: AMI BIOS.
  • LAN: Gigabit LAN controller Realtek
  • USB 3.0: não
  • Slots: 1x PCI-e 2.0 16x @ 16x (via CPU),1x PCI-e 2.0 16x @ 4x (via H55), 1x PCI-e 2.0 1x e 1x PCI.
  • multiGPU: sim, CrossfireX, até 2 gráficas, 2ª gráfica limitada a 4x.
  • Audio: VIA® VT1718S High Definition audio CODEC
  • Armazenamento, chipset: 5 portas SATA II internas e uma porta eSATA externa. Não suporta RAID.
  • Armazenamento, adicional: não
  • Firewire: Chipset VIA, suportando dua portas, sendo uma interna e uma no painel traseiro.
  • painel traseiro:
    • PS-2: 1 porta(teclado)
    • USB 2.0: 6 portas, uma combinada com e-SATA
    • eSATA: 1 porta combo com USB
    • Rede:1 porta RJ-45
    • Áudio digital: 1 SPDIF óptico.
    • Áudio analógico: 4 saídas com suporte 7.1, 1 microfone
    • Video: HDMI,DVI,VGA
    • firewire: 1 porta standart 400 mbps
  • Alimentação: ATX 24 pinos e EPS 12v 8 pinos.
  • Dimensões físicas: micro-ATX form factor 24.5 cm x 24.5 cm

Site Oficial H55M PRO
A Gama ASRock H55

Começando pela caixa do produto. De tamanho compacto e design simples, em fundo branco com letras verdes. Algumas das principais características estão aqui descritas.

Pare de trás, com detalhes e as principais características e features que esta board oferece.

Unboxing, com os acessórios por cima e por baixo temos a board, embalada me plastico anti estático.

Os acessórios: 2 cabos SATA, disco com drivers e software, espelho metálico, manual multilingue e 2 folhetos com informações. O blunde é mínimo de modo a manter os custos baixos, embora 2 cabos SATA adicionais eram bem vindos.

Eis a board, em formato micro-ATX. PCB de cor preta/castanha, e slots brancos/azulados e dissipador cinza. Combinação de cores simples e discreta. Não é das motherboards mais bonitas, mas também o objectivo é manter o curso baixo.

Outro ângulo.

Vista pelo lado do CPU.

Parte de tráz do PCB apenas a apontar o bakcplate do socket, do resto tudo limpo e simples.

Pormenor do circuito de alimentação. Temos 4 fases para o CPU, 1 fase para o VTT (uncore/controlador de memória) e ainda 1 fase para o GPU integrado. Embora sendo um circuito simples, apresenta apenas condensadores sólidos de alumínio (assim como os restantes presentes nesta motherboard) e ferrite chokes. Não é utilizado nenhum dissipador de calor. Com o uso de Clarkdale aquecem pouco, embora com quad-cores deve aquecer mais. Notar ainda a presença de uma ficha de alimentação EPS12V.

Pormenor dos slots. Temos 1 PCI.e 2.0 x16, ligado ao processador (azul), um slot PCI-e 1x e um slot PCI-e x16 fisico, mas com 4 lanes (branco). Estes 2 slots PCI-e ligam-se ao H55. Por fim um slot PCI, também a branco. A board suporta crossfire, embora é desaconselhado o uso de tal devido a limitação na performance.
Temos ainda por baixo do PCI, da esquerda para a direita um conector Serial RS232, um conector para porta paralela (a roxo), um conector para módulo TPM (não incluído), um conector de 4 pinos para ventoinha, por cima deste o conector para infravermelho, ao lado o jumper de CLEAR CMOS (azul), um conector para firewire (vermelho), 3 conectores suportando 6 portas USB (azuis) e por fim as ligações frontais da caixa.
Esta board já não suporta portas IDE e disquete (embora esteja lá os pontos de solda), que vejo como ponto positivo. Se bem que os conectores para portas serial e paralela são praticamente inúteis hoje em dia, ainda mais que não vem incluído nenhum bracket com as mesmas.
Aqui podemos ver os 4 slots DDR3. Com suporte dual channel, sendo que devem ser instalado as memórias nos slots da mesma cor, embora ao utilizar apenas 2 módulos, estes devem ser instalados primeiro nos slots brancos, senão o computador não vai trabalhar. No total até 16 GB de memória podem ser utilizados. Por cima dos slots temos o conector ATX 24 pinos e 5 portas SATA2 a vermelho (pena não serem brancos ou azuis, a combinar com os restantes), todas nativas no H55. A 6ª porta SATA2 do H55 está no painel traseiro (Powered eSATA), dispensando assim o uso de controladoras adicionais, abaixando o custo, visto que esta board, ao ser voltada a sistemas simples, dificilmente será utilizada com muitos discos/unidades ópticas.

Painel traseiro. Temos 6 portas USB, sendo uma partilhada com eSATA, uma porta PS2 para teclado, 3 saídas de vídeo, sendo uma VGA, uma DVI-I e uma HDMI (podem ser utilizadas 2 em simultâneo), uma firewire 400, 5 conectores de audio analógicos e um digital óptico. Esta distribuição é perfeita, inclusive para uso em media-center.

Pormenor das ligações anteriormente descritas. O controlador firewire é VIA. Notar que existe suporte para 2 bios, mas a ASRock só instalou um chip, embora seja removível. O dissipador do H55 é simples, mas revelou-se suficiente.

Aqui temos o H55 sem o dissipador. A massa térmica estava algo seca, por isso se tiverem uma massa de qualidade não condutora recomenda-se a troca.

Aqui temos um Core i5 661 instalado.

Já montado na caixa, com retenção LGA 775 (A board suporta LGA 775 e 1156, o que é bom) para coolers noctua. Embora para retirar o CPU, tem que remover parcialmente a retenção de modo a manusear o clip de retenção do socket.

1 2 3 4 5Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Close