Notícias

Google torna-se “Super-Potência”

No passado dia 15 o mundo dos smartphones deu uma volta, ao ser anunciada a mais recente aquisição da Google, a Motorola Mobility. Esta aquisição custou 12,5 mil milhões de dólares, sendo o alvo da Google o leque de cerca de 17.000 patentes da Motorola, visto que apesar de ser líder mundial de marketshare em smartphones, era também detentora de relativamente poucas patentes. De acordo com as análises mais recentes, a Google pagou cerca de 73% a mais sobre o valor médio em bolsa, tornando-se o maior negócio do ramo na última década.

As patentes, nos últimos anos, têm servido de armas para travar a concorrência e com esta jogada a Google procura proteger os seus parceiros, como a HTC Inc. e  a Samsung Electronics Co., ambas fabricantes de telemóveis Android. Esta ultima viu nos últimos dias um tribunal alemão proibir a venda do Samsung Galaxy Tab 10.1 na Europa, após um processo iniciado pela Apple relativo a patentes. A HTC enfrenta também um processo que poderá impedir a venda dos seus equipamentos em território americano.
Recentemente a Apple e a Microsoft uniram-se, com o objectivo de licitar contra a Google nas 6.000 patentes da Nortel por cerca de 4,5 mil milhões de dólares, acção que terá despoletado a compra da Motorola. No entanto esta compra gerou polémica, visto que as mesmas poderão servir para continuar a alimentar este tipo de concorrência desleal.

Apesar de se tornar agora uma concorrente directa dos seus parceiros, os mesmos emitiram comunicados de apoio à Google, referindo entre outras coisas que esta acção vai ajudar a proteger o desenvolvimento do sistema Android.

Artigo de interesse:

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close