CES 2017 – Novidades NVidia

por a 6 Janeiro 2017 em Notícias

Ontem decorreu uma das keynotes mais esperadas desta CES, a da NVidia. Para desilusão de alguns, não foi apresentado qualquer novo GPU ou placa gráfica, mas foram reveladas novidades noutros campos.

Geforce Now: o serviço de jogos por streaming em tempo real da NVidia vai sofrer alterações significativas no seu modelo de negócio. No novo formato é possível associar uma conta Steam ao GeForce Now e jogar qualquer jogo em qualquer computador, mesmo nas máquina sem a capacidade para correr os títulos nativamente. Maquinas antigas, ultra-portáteis, Macs e Shield TV são alguns exemplos.
Nesta nova modalidade, os utilizadores poderão optar por vários níveis de qualidade e o serviço será pago por tempo de jogo, com os preços a começarem nos $25 por 20 horas.

Shield TV: Uma actualização da popular box Android TV da Nvidia, com o muito esperado suporte a HDR. O hardware mantêm-se essencialmente inalterado, fazendo uso do mesmo Tegra X1 da anterior versão. A versão de 16GB encolheu cerca de 40%, mas sacrificou o suporte a cartões SD. A versão Pro mantêm-se inalterada.
A maior diferença acaba por residir no novo comando, com design mais angular e suporte a comandos por voz.
Ambas as versões são agora vendidas com o comando e o controlo remoto e já se encontram disponíveis no mercado.

shildtv2017

Shield Spot: este acessório para a Shield TV não é mais do que um microfone WiFi que permitirá o acesso ao Google Assistant em qualquer parte da casa onde um esteja instalado.

spot

Além dos novos serviços e produtos, a NVidia mostrou o seu progresso na área da AI para veículos autónomos, ao mesmo tempo que anunciou uma parceria com a AUDI para a produção de veículos com esta tecnologia. O objectivo é a introdução de veículos com autonomia de nível 4 (autonomia quase total, excepto em situações muito pontuais, como condições atmosféricas particularmente adversas) até 2020.

Para terminar, foi também anunciada a inclusão de suporte a HDR na tecnologia G-Sync,  com a Acer e a Asus a introduzirem monitores com suporte a este tecnologia.
ae4c359056ee
ba0ac1cdf1d3

Tags: