ArtigosDestaque

Gigabyte X470 Aorus Gaming 7 Wifi

Prelúdio ao lançamento da 2ª geração de processadores Ryzen

Fotos

A frente da caixa, com uma grande quantidade de emblemas a fazer antever uma motherboard particularmente bem equipada.

Na traseira temos as especificações, um esquema no painel traseiro e os habituais, e numerosos, destaques de marketing.

Ao abrir a caixa encontramos imediatamente a motherboard, devidamente protegida no habitual saco anti-estático.

No fundo temos todos os acessórios, brindes e documentação. Começamos com uma folha de autocolantes, alguns meramente decorativos, outros mais práticos, como as etiquetas para cabos. O manual, o guia de instalação rápida e dois discos com drivers, aplicativos e software. Entre os acessórios encontramos 4 cabos SATA, uma bridge SLI HB , extensões para fitas e painéis RGB, dois atilhos de velcro, duas sondas de temperatura externas, um agregador de conectores do painel frontal, uma antena WiFi, dois escudos autocolantes e, para terminar, parafusos extra para as slots M.2.

A traseira da motherboard, onde salta imediatamente à vista o backplate parcial, a cobrir a zona do circuito de alimentação do CPU.

Aqui, o lado que realmente interessa, em toda a sua glória. Pormenor da zona do socket. O circuito de alimentação é constituído por 10+2 fases, reguladas digitalmente e munidas de dissipadores equipados com um heatpipe.
No canto superior direito temos o conector de alimentação de 8 pinos e um conector auxiliar de 4 pinos, para alimentação extra. Este último não é necessário ao funcionamento do sistema, mas poderá ajudar nos overclocks mais extremos.

As slots de memória, equipadas com reforço metálico e difusores da iluminação RGB.
É também possível ver a localização dos conectores de ventoinhas para o CPU, outros 3 para ventoinhas de sistema, conectores para iluminação RGB externa, no canto, e o conector de alimentação ATX de 24 pinos.
Temos ainda um, sempre útil, indicador de diagnóstico alfanumérico, com os interruptores de selecção de BIOS à sua direita. À esquerda encontramos um conector USB-C interno, algo que deverá tornar-se comum nos próximos anos.
Para terminar, junto à extremidade encontramos o difusor de luz amovível e personalizável que se tornou a imagem de marca das motherboards Aorus.

Pormenor do dissipador do chipset. A rodeá-lo temos 6 portas SATA, os conectores do painel frontal e 2 conectores USB 3.0 internos.

Uma melhor perspectiva sobre as portas SATA.

Aqui temos as slots de expansão. As duas slots x16 principais podem funcionar em modo x16/x0 ou x8/x8, a terceira, apenas funciona em modo x4 e partilha as linhas com o segundo socket M.2, sendo desactivada se este estiver em uso. As slots x1 estão sempre activas e usam linhas PCIe 2.0 do chipset.
Entre as slots de expansão encontramos dois sockets M.2 equipados com dissipadores de calor integrados. O 1º suporta SSD até 110mm, PCIe ou SATA, o 2º apenas suporta SSD PCIe, até 80mm.
No fundo da board temos mais dois conetores para ventoinhas, dois conetores internos USB 2.0, o conetor para módulos TPM, mais conetores para fitas e painéis RGB e o conector áudio do painel frontal.
Falando em áudio, o circuito deste encontra-se escondido debaixo da protecção plástica da extremidade esquerda da motherboard e emprega o codec topo de gama ALC1220 da Realtek, complementado por um DAC ESS Sabre.

Por fim, termos o painel traseiro. Salta imediatamente à vista a ausência da saídas de vídeo. Compreende-se a decisão da Gigabyte, já que muito dificilmente alguém estará interessado numa board deste calibre para fazer par com um APU.
Neste painel temos, da esquerda para a direita: um botão de power/reset (configurável na BIOS) e um de Clear CMOS; os conectores para a antena Wireless (Wi-Fi/Bluetooth); 4 portas USB 3.0; 2 portas USB 3.1, uma delas Tipo-C; porta LAN RJ45 e 2 portas USB 2.0; duas portas USB 3.0 com circuito de alimentação dedicado, especificamente orientadas a DACs externos e outros aparelhos USB com necessidades de alimentação especiais; conectores áudio, entre os quais, um conector S/PDIF óptico.

Como é possível ver, estamos perante uma motherboard muito bem equipada e com grande potencial teórico de overclock. Por hoje não podemos adiantar mais nada, mas 5ª feira contamos trazer números de performance e overclock em 1ª mão…

Fiquem atentos ao portal…

Página anterior 1 2
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close