AnálisesDestaque

Corsair Vengeance 2x8GB DDR4 SODIMM 2400MHz

Porque os pequeninos também têm direito a upgrades....

Anteriormente confinados a portáteis, os módulos de memória compactos SO-DIMM são hoje em dia cada vez mais usados em sistemas desktop compactos, como mini-PCs, barebones especializados e até motherboards mini-ITX mais exóticas. Além disso, dentro dos próprios portáteis, a proliferação de modelos “gaming” com capacidades cada vez mais a par dos desktops tradicionais, incluindo suporte a overclock, abriu espaço a uma oferta mais alargada deste tipo de módulos, tanto em capacidades como, particularmente, em velocidades.
A gama Vengeance de módulos SO-DIMM da Corsair pretende cobrir esse segmento, oferecendo capacidades dos 8GB aos 64GB, em diversas configurações, e velocidades dos 2400MHz a uns impressionantes 4000MHz.

Hoje em análise temos o que porventura será um dos membros mais consensuais da gama, um kit de 2 x 8GB a 2400MHz. Esta é velocidade mais elevada oficialmente suportada pelos CPUs móveis mais recentes, tanto os Intel Core de 7ª e 8ª geração, como os novos APUs Ryzen da AMD.
Isto torna este kit a solução ideal para quem quer procura o máximo desempenho “chave na mão”, sem entrar nos caminhos do, nem sempre suportado, overclock e configurações manuais.

Neste artigo vamos ver até que ponto os 2400MHz se destacam dos kits comuns de 2133MHz.

Especificações:

Série Vengeance SODIMM
Referência CMSX16GX4M2A2400C16
Tipo DDR4
Capacidade 16GB (2x8GB)
Kit Multi-canal Kit de duplo canal
Velocidade testada 2400MHz
Latência testada 16-16-16-39
Voltagem testada 1.2V
Registered/Unbuffered Unbuffered
Verificação de erros Non-ECC
Velocidade SPD 2400MHz
Latência  SPD 16-16-16-39
Voltagem SPD 1.20V
Garantia Vitalícia limitada

Fotos

A embalagem segue o mesmo estilo das irmãs maiores, e até o seu tamanho não denuncia imediatamente que estamos na presença de SO-DIMMs. Na traseira temos as habituais janelas que permitem verificar que o conteúdo corresponde ao pretendido. Dentro da embalagem encontramos os módulos, devidamente acondicionados num blister plástico sobre dimensionado e assimétrico, de modo a preencher a totalidade da caixa e colocar os módulos a espreitar pelas respectivas janelas.  
Os módulos em liberdade. Uma indicação mais explícita das especificações nos módulos não ficava mal, mas não é uma falha grave. As memórias já instalada no nosso Shuttle XPC slim DH110SE.Prontas a mostrarem o que valem.

Tudo a postos!

Performance

Para testar este kit de memórias usamos o mesmo sistema em que obtivemos os resultados das Corsair ValueSelect 2133MHz, o Shuttle XPC slim DH110SE, munido do nosso Pentium G4560. Este sistema não possibilita qualquer overclock ou configuração manual de memórias, mas felizmente o Pentium G4560 suporta oficialmente 2400MHz, nesta plataforma.

Com o CPU-Z a confirmar que as memórias se encontravam a operar na frequência e latências nominais, avançamos para os testes.

AIDA64

A largura de banda é, naturalmente, superior com as memórias mais rápidas. No que toca à latência, o incremento de frequência compensa o ciclo de latência extra, acabando a latência real por ser até ligeiramente mais baixa no kit de 2400MHz.

CineBENCH R15

No Cinebench, a frequência extra traduz-se num muito ligeiro incremento de performance, tanto single como multi-threaded.

x265

Na codificação de vídeo em x265, o impacto das memórias mais rápidas pouco se fez sentir, sendo o ganho de 1 segundo insignificante, na prática.

7-Zip

As tarefas de compactação e descompactação são tradicionalmente das mais sensíveis à largura de banda, o que fica mais uma vez demonstrado, com o kit de 2400MHz a produzir ganhos apreciáveis.

y-cruncher

Os teste de computação do y-cruncher podem fazer uso de grandes quantidades de memória, mas não necessariamente de memória mais rápida. 32 segundos podem parecer muito tempo, por si só, mas num tempo de tarefa global de mais de 27 minutos, correspondem a uma diferença de meros 2%.

Jogos

Os jogos foram testados no IGP do Pentium G4560, a 720p e com detalhes baixos.
A utilização do IGP abre a perspectiva de alguns resultados interessantes, visto estes dispositivos serem habitualmente severamente limitados pela largura de banda disponível, mesmo soluções relativamente fracas, como o HD610 presente do Pentium G4560.


Rise of the Tomb Raider

Os FPS médios no Rise of Tomb Raider não sofreram alteração significativa, mas a melhoria dos mínimos foi considerável.

GRID Autosport

No GRID Autosport, um título consideravelmente mais “leve” que o Tomb Raider, os FPS médios ficam no limiar da referência dos 60FPs, com as memórias mais rápidas. Os FPS mínimos também melhoraram um pouco.

GTA V

O GTA V também vê melhorias razoáveis, tanto nos FPS médios como nos mínimos.

A velocidade da memória não faz, obviamente, milagres. Títulos que eram impossíveis de jogar antes, continuarão muito provavelmente a sê-lo. Mas o potencial de melhorar a experiência de jogo em títulos menos exigentes existe, como mostram os ganhos que chegam a ultrapassar os 10%. E isto, recordamos, com um dos IGPs mais fracos que a Intel oferece. É possível que soluções mais capazes beneficiem ainda mais de memórias rápidas.

Conclusão

A diferença entre 2133MHz e 2400MHz não é gigante, mas existe.E em algumas situações, como no desempenho de soluções gráficas integradas, os benefícios podem ser significativos.

Obviamente, não recomendamos a ninguém que substitua a sua memória de 2133MHz por novos módulos de 2400MHz apenas pelos ganhos de desempenho, mas quem está no mercado em busca de um kit de DDR4 SO-DIMM para expandir a quantidade de memória do seu portátil ou montar um barebone compacto, a opção por memórias mais rápidas pode compensar.

No fim, tudo depende dos preços do momento. O mercado das memórias tem andado particularmente turbulento, levando muitas vezes a fossos de preço despropositados, que fazem os kits de entrada as opções mais racionais, e também a situações mais caricatas. À escrita desta conclusão, temos uma dessas situações mais caricatas, com as Vengeance 2400MHz a encontram-se por cerca de 175€, um valor ligeiramente abaixo das ValueSelect 2133MHz anteriormente testadas, e em linha com propostas semelhantes de outros fabricantes. Nesta situação, as Vengeance 2400MHz tornam-se a escolha óbvia.

A ZWAME agradece à Corsair a disponibilização da amostra para análise.

Etiquetas

Artigos Relacionados

Close
Close