AnálisesDestaque

Antec One

Fotografias – Interior

Clique para ampliar

Vamos agora analisar o interior. Nesta foto temos vista geral do tray da motherboard, que apresenta um corte largo para facilitar montagem de coolers com backplate, não sendo necessário a remoção da motherboard para este serviço.
Entretanto um ponto a chamar a atenção é não existir um recorte para passar o cabo ATX12/EPS12, como vamos ver mais na frente. O cabo tem que passar pela frente

Entretanto há vários recortes no tray da motherboard para a passagem de cabos. Embora não tenham borrachas, os rebordos foram trabalhados, logo sem arestas cortantes.

Alias toda a caixa tem os rebordos trabalhados, evitando por em perigo os nossos dedos, bem como danificar fios.

No tray da motherboard tem locais para fixação de cabos na parte traseira.

Nesta vista temos as 2 ventoinhas incluídas de origem. Felizmente na velocidade mínima são silenciosas, embora no máximo já se ouvem bem, mas sem incomodar.

Vista ds baias de 5,25″, com sistema de fixação sem parafusos. Há a possibilidade de usar na mesma parafusos, o que é sempre recomendavel para uma melhor estabilidade dos componentes, especialmente dispositivos curtos que usem apenas o primeiro “set” de parafusos (como reguladores de ventoinhas).

Os cabos de origem vem presos neste local.

Pormenor do recorte do tray da motherboard, que felizmente está sendo comum a quase todas as caixas. O corte é praticamente o mais largo possível, o que é bem vindo, facilita bastante a montagem de coolers, permite redução de peso na caixa e ainda arrefecimento extra da parte traseira da motherboard.

Entretanto há que ter cuidado por ter os circuitos expostos e evitar curto circuitos e/ou electricidade estática ao manipular os cabos atrás.

Nesta foto temos as 7 baias de expansão, portanto compatível com o padrão ATX normal. Conforme foi dito antes, apenas a primeira baia tem cobertura normal, todas as outras 6 a cobertura foi feita a partir da própria chapa original, portanto uma vez removido, já não dá para repor (sem ser com fita cola).

Embaixo tem o sitio para instalar a fonte de alimentação e ainda 2 recortes com borracha para passar tubos de WC.

O fundo da caixa, que permite a instalação de fontes de alimentação compridas (ainda que impedindo o uso de uma ventoinha extra), bem como ter algum espaço para acomodar cabos sem uso.

Detalhe da gaiola para montar discos, sendo que é possivel montar 5 discos 3,5″ e um disco 2,5″, sendo este montado no topo, tal como se pode ver a saliencia metálica. Há ainda espaço para uma segunda HDD 2,5″ no fundo da gaiola, embora a fixação dos parafusos seja feita por fora da caixa, tal como se viu na foto do fundo anteriormente.

Os discos ficam espaçados uns dos outros, o que permite “respirarem” e evitar sobreaquecimento.

Na frente da caixa existe espaço para outra ventoinha de 120 mm, o que é recomendavel com muitos discos aqui instalados.

Detalhe do local para instalar unidade de 2,5″, que acaba por aproveitar um espaço “morto”.

Vista do painel traseiros, onde algumas das features já foram realçadas. Um detalhe que os discos tem que ser montados sempre por este lado, já que do outro tem uma “rede”, ao contrário de muitas caixas com os discos nestas posições onde os discos entram pelo lado direito.

A arrumação é muito boa, embora fazia falta uns sitios para fixação de cabos na zona das baias de 5″, ao lado do recorte de passagem, para arrumar os cabos do painel frontal e outros que possam passar por ali (como cabos de energia e SATA e ventoinhas)

Pormenor dos cabos dos botões e LED’s, que infelizmente estão em 4 fios separados, o que inconvinente para quem gosta de ver tudo organizado. Felizmente é facil corrigir isto, com spiroband ou mangas.

A peça branca onde os cabos estão ligados pertence à motherboard ASUS utilizada na montagem.


Na primeira foto, temos a ficha do cabo USB 3.0 interno, que é um grande “matacão” com 2 cabos grossos, que acaba por “encher” mais a caixa.

Para efeitos de comparação, na segunda foto temos a ficha de um painel com 2 portas USB 3.0 frontais, que alem de ser mais pequena, usa apenas um cabo para passar os condutores, ficando assim mais simples.

1 – Introdução
2 – Fotografias – Embalagem e unboxing
3 – Fotografias – Exterior
4 – Fotografias – Interior
5 – Fotografias – Montagem de hardware
6 – Conclusão

Página anterior 1 2 3 4 5 6Página seguinte
Etiquetas

Artigos Relacionados

Back to top button
Close
Close